Uma noite no pântano.

Numa noite chuvosa e fria, tentou-se, e só isso, jogar futebol, num estádio que se encheu para receber o Tetracampeão Nacional.
Notava-se nos que lá estavam que há muito ansiavam por receber um clube da Liga dos Campeões, um clube respeitado na Europa, um clube que ganha títulos como nós bebemos água, um clube que por ser tão grande motiva uma raiva enorme, raiva essa que encontra o seu expoente máximo no melhor dirigente desportivo de sempre: Jorge Nuno Pinto da Costa. Dirigente este que foi vitima de uma tentativa de agressão da gente fina da capital. A esses deixo-lhes um convite para a segunda volta.
No fim fiquei até emocionado com a alegria daqueles rostos, notava-se que para eles, aconteça o que acontecer, o titulo deles já lá mora, afinal de contas eles tinham acabado de vencer o melhor clube português da actualidade, tinham vencido o clube que eles tanto admiram, que acabam por odiar. Admito que quando filmaram as bancadas no fim jogo veio-me à lembrança o Natal dos Hospitais, onde brindam os que necessitam e sofrem.
Deslocaram-se de todas as partes do país, alguns vieram mesmo das ilhas, a qualquer preço, todos eles com o objectivo único de prestar vassalagem a quem ostenta o "IV" nas camisolas e de acreditar que desta vez é que ia ser. E foi.
No pântano onde a falta de Shrek foi compensada pela presença de três burros, foi rei quem era previsto ser desde a nomeação.
Meu Deus, como é possível nomear-se árbitro de um clássico alguém que marcou penalty a bola dominada pelo peito? Talvez por isso não tenha assinalado a mão de Rodriguez.
Nada disto era possível sem o alto patrocinio da APAF, que entregaram o pedido tal como exigido na encomenda.
Lucilio, desta vez, teve classe no que fez. Não cometeu quase nenhum erro grosseiro. Aliás, grosseiros mesmo foram só os dois penaltys perdoados a Cesar Peixoto e Cristian Rodriguez. Só não viu quem não quis.
O Senhor Lucilio Batista executou o plano na perfeição. Vejamos:
1- Javi Garcia, com o jogo parado, pontapeia a bola contra a cara de Falcao, de forma mais do que propositada. Agride, como é hábito dele, o adversário.
2- Cesar Peixoto derruba Hulk dentro da área. Com o pé esquerdo rasteira Hulk.
3- Saviola entra de pitons na coxa de Fucile.
4- Saída para contra ataque portista, falta grosseira para amarelo, o árbitro apita...para intervalo.
5- Cesar Peixoto corta a bola para fora, fiscal de linha assinala lançamento favorável ao FC Porto, Varela arranca e Fucile vai lançar rápido, o árbitro apita e marca falta atacante. Até Cesar Peixoto ficou baralhado.
6- Ramirez caído no chão, Benfica segue com a bola, FC Porto recupera a bola e o árbitro interrompe para mandar assistir Ramirez.
7- Felipe Menezes é o último a tocar na bola e o árbitro marca canto. Canto que origina a mão de Cristian Rodriguez. Terá pesado a consciência a Lucilio Batista?
8- Rolando corta a bola contra Weldon, ganha o ponta de baliza, sobem os portistas para tentar o empate quando faltava pouco tempo, o árbitro apita e marca pontapé de canto.
9- Entrava a maca para retirar os jogadores do Benfica de campo e eles saíam em passo lento, pelo seu próprio pé. Legal, mas tem que ser compensado no tempo final.
10- Quim brincava com duas bolas em campo, fazendo de conta que não via nenhuma.
11- Nunca se viu um jogo com tantas faltas atacantes. O FC Porto, mesmo que quisesse, não conseguia atacar.
12- Confusão (como de costume) no túnel da Luz. Quem foi expulso? Hulk e Sapunaru. Será que os dois colegas se agrediram? Ou bateram em jogadores do Benfica quando eles estavam no balneário sentados, como disse Jorge Jesus? Aguardemos o enfeitado relatório.
13- Lance capital! Saviola, como se vê na imagem, adiantado uns dois metros, vai dar de calcanhar para trás e o resto já é conhecido. Assim se fez o 1-0 final. Ninguém quer falar deste fora de jogo? O país ficou cego? Onde estão os entendidos do futebol? Está aqui ao lado, todos podem ver. O golo do Benfica, quer queiram, quer não, é precedido de um fora de jogo escandaloso!!
Podemos falar de 1001 coisas para tentar abafar isto, mas uma imagem não é um relato, uma imagem não se abafa e Saviola está em fora de jogo tão claro como a água!!
Para cé(gos)pticos, o video.
O Benfica rematou muito mais que o FC Porto, mas qual foi a grande defesa da noite? A de Quim. Helton defendou o quê? Não me lembro de nada para além de remates à figura.
O Benfica foi superior a um Porto como há muito não se via, mas a isto não se deve só o mérito do Benfica e o estado do relvado. Acredite quem quiser.
Será que Lucilio recebeu a sms que recebeu o Presidente do Braga?
No pântano da Luz faltou um Shrek para tamanho burro.


Cumprimentos azuis e brancos.

71 Passes de rotura:

Vasco 22 de dezembro de 2009 às 02:21  

Boa Cristiano Moreira!! Puseste em imagens o que eu comentei ao post do Pedro Veloso.

Eu como Sportinguista e assumido Anti-Lamp(...) não consigo compreender como é que isto passa em claro. É uma vergonha.

Manú 22 de dezembro de 2009 às 02:36  

cristiano desculpa la, a alegria do benfica ao vos ter ganho é ter-vos posto a 5 pontos de distancia! nao tem haver com termos ganho o nosso titulo! nao nos confundas com equipas de segundo nivel.
nao venhas com essas conversas porque sabes muito bem que se estivessemos muito atras de voces nao festejavamos como festejamos!
festejamos uma vitoria contra o adversario mais dificil da liga que nos deixou com uma vantagem confortavel! foi o confirmar do bom futebol e superioridade que o benfica tem apresentado esta liga!

e a melhor equipa portuguesa da actualidade é o benfica, foi evidente no estadio da luz perante o futebol praticado em campo!

André Seixas 22 de dezembro de 2009 às 02:37  

Eu não quero abafar o facto do Benfica ter feito um jogo pragmático e eficaz para as condições do relvado. Não quero abafar o facto de até se poder aceitar o Benfica como vencedor desta partida, mas congratulo a tua análise, Cristiano.

Apontas aspectos muito importantes e, de facto, contra factos não há argumentos: o golo do Benfica tem origem num lance onde há um fora de jogo. Ninguém, e sublinho ninguém, ocupou 10 segundos do seu tempo a dissecar essa lance.

O Porto não fez um jogão, de forma alguma. No entanto, estes jogos giram em torno de detalhes e esses detalhes fazem toda a diferença... Fizeste bem, Cristiano, em colocar aqui situações que são, por norma, ignoradas ou analisadas ao de leve.

Cristiano Moreira 22 de dezembro de 2009 às 02:38  

A 4 pontos Manu. Calma!
Não me convencem.
Fora da Luz e sem o menino Jesus a pressionar a arbitragem vocês são uma equipa banal.
Cá vos esperamos! ;)
Um abraço!

Manú 22 de dezembro de 2009 às 02:40  

sao 5 pontos porque temos vantagem no confronto directo para ja! ou seja, em caso de empate pontual estamos a frente. esta descansado que nessas contas nao me engano.

pois somos uma equipa banal somos, ve se pelo numero de golos e de espectaculos que temos dado.

recomendo sais digestivos para a azia!

Fino 22 de dezembro de 2009 às 02:43  
Este comentário foi removido pelo autor.
Vasco 22 de dezembro de 2009 às 02:45  

Manel, tão e o fora de jogo? Nada a dizer?

Manú 22 de dezembro de 2009 às 02:48  

e na tua analise de lances insignificantes, destaco o ponto 6.
ninguem deve saber que se uma equipa segue com um jogador seu em no chao o arbitro nao tem q parar o jogo para nao beneficiar o infractor, mas passando a bola para a vossa posse ele deve parar o jogo pois passaria a beneficiar o infractor.

no ponto 8 pedes tempo de compensaçao. foram dados 4 minutos. nao se justificavam mais. sei que estas habituado aqueles jogos dos ultimos 20 anos em que vos davam milhares de minutos de compensaçao ate voces marcarem, mas ja n ha disso.

no ponto 10 é pena nao reconheceres a incapacidade e falta de lucidez da tua equipa perante a qualidade defensiva que o benfica demonstrou para justificar essas faltas atacantes da tua equipa.

o penalty do cesar peixoto nao brinques comigo, é um lance normal. o hulk tem é muito jeito para isto, mas em lado nenhum do mundo era penalty!

mais uma vez recomendo sais de frutos para a azia!

fica te mal dizer que somos banais e nao reconhecer que jogamos muito mais este ano! temos uma equipa monstra (que nem foi preciso utiliza la toda para vos ganhar), temos melhores jogadores, estamos onde merecemos!
depois vens pedir respeito quando nem uma vitoria clara sabes admitir!

respeito merece este super benfica.

tudo pode mudar é claro que sim, mas ate agora fomos os melhores quer queiram quer nao!

goleamos por norma, fomo-vos muito superiores e temos muito melhor equipa.

Manú 22 de dezembro de 2009 às 02:50  

o fora de jogo é um facto que existe. do urreta e nao do saviola. mas essa jogada nao deu golo. foi na jogada seguinte o golo, por isso nao é relevante para mim. a bola quase que voltou ao meio campo do benfica antes de voltar para o saviola.

nao arranjem desculpa esfarrapadas.

vasco em vez de veres estes jogos devias ver o maritimo, rio ave, guimaraes etc. isto é demais pa ti.

e nao te sabia portista de gema!

Pedro Veloso 22 de dezembro de 2009 às 02:53  

Hehe o que eu me rio. Cristiano com todo o respeito acredita que cada benfiquista (ou melhor, qualquer não-portista) que ler a primeira parte do teu post, sobre a nossa alegria por vos ganhar e não sei que mais, se vai rir de tanto disparate. Tu não sabes mesmo o que é a dimensão destes dois clubes. Eu fiquei muito contente, mas é por abrir quatro - que são cinco - de avanço, por ter ganho a um rival e por ter mostrado quem é o melhor, mesmo com contrariedades.

Quanto à segunda parte, falo no post da arbitragem. Mas se queres brincar aos árbitros e desculpares-te com isso, en passant já perdoaste duas expulsões que nem mencionaste: a do Falcao por pisar o David Luiz e a da Meretriz Uruguaia por tentar imitar o Bruno Alves e praticar kung-fu no Javi. E os dois amarelos da primeira parte são ridículos.

"Fora da Luz e sem o menino Jesus a pressionar a arbitragem vocês são uma equipa banal."

Espreita só isto...http://www.maisfutebol.iol.pt/liga/classificacao

Tens menos pontos fora que o Leiria e Sporting (sim, o Sporting!!) e dizes isso? Desculpa lá, é mesmo de quem quer lenha para se queimar...

Não vos convencemos? Bem então imagina o que nós pensamos sobre vocês!

Manú 22 de dezembro de 2009 às 02:55  

pesquisei na net e o remedio indicado para a azia é compensan cristiano!

Vasco 22 de dezembro de 2009 às 03:03  

Manel nem admito que me chames "portista de gema" quando me vês sofrer pelo meu Sporting todos os dias do ano. Não há dia que não viva o meu clube. Mas isto agora só interessa para que não repitas mais insultos do género.

O que é mesmo incrivel não é o teor dos meus comentários, mas sim o inacreditável fora de jogo que dá origem ao golo do benfica. Tu dizes me que a bola volta ao meio campo, mas volta aliviada nao volta construida, e é quando a equipa do porto ta a subir que o teu central serrafeiro despeja a bola la para a frente e aparece o saviola para fazer o golo. O fora de jogo tem 100% de influencia não so no golo, como obviamente no resultado do jogo!

Vasco 22 de dezembro de 2009 às 03:04  

E daqui a 5 minutos devem sair as capas de jornais, e referencia a esse lance aposto aqui que nada!!

Pedro Veloso 22 de dezembro de 2009 às 03:05  

"prestar vassalagem a quem ostenta o "IV" nas camisolas" Esticaste-te um bocado aqui. Se alguém presta vassalagem és tu e o teu clube corrupto aos 31 títulos. Mas vamos manter a discussão num tom elevado.

Manú 22 de dezembro de 2009 às 03:07  

e tem graça dizeres que a defesa da noite foi do quim. pois foi, e pois nao, o helton nao defendeu nada. mas nao achas que devia ter defendido? é que nos marcamos um golo e voces nenhum!

poe na cabeça que ate esta fase da epoca quem merece respeito é a superioridade do benfica. temos sido gigantes! obvio que com precalços mas sempre com optimas reacçoes aos mesmos, nunca deixando haver más fases.

deixa me que te diga, com todo o respeito que tenho como colega de blog que és, que o teu post em nada dignifica o teu clube. nao soubeste reconhecer uma derrota justa, e tentaste ofuscar a vossa incapacidade de nos fazer frente com a arbitragem!
é obvio que nao é facil gerir um jogo destes para nenhum arbitro, mas nao houve nenhum lance escandaloso para fazeres um post so a falar d arbitragem.

Vasco 22 de dezembro de 2009 às 03:07  

Olha olha Cristiano, esta é para ti... Finalmente o porto veio na capa do jornal record, mas não porque deu 3 0 em Madrid ao Atlético...

Mais uma vez o fantástico jornal Record para agradar a todo o mundo benfica faz mais uma capa da vergonha!

A sério, o país tá bebado.

Saviola dá Rennie a pessoas com azia este natal. 22 de dezembro de 2009 às 03:14  

Primeiro de tudo, tentativa de agressão a Pinto da Costa? Hein? É engraçado como a comunicação social distorce os factos. Numa primeira fase, apareceu em noticiários a informação de que o Peidoso (perdão...incontinente das bufas) tinha sido alvo de uma agressão. Pouco depois, a "agressão" passava a tentativa de agressão. Mas mais curioso que a suposta "agressão" e "tentativa de agressão" é que a Polícia Judiciária confirmou que se tratou apenas de uma discussão mais acalorada entre Pinto da Costa e os outros indivíduos trocando estes alguns insultos entre si. Daí até agressão ou tentativa de agressão vai um passo muito grande.

De facto o Shrek não esteve em campo... ups... o Hulk... o Hulk é que não esteve em campo. Perdoem-me este erro. O super-boi...ups... super-herói... deve ter encolhido com a chuva tal foi o banho de bola que a sua equipa levou.

Quanto aos casos do jogo, por favor, não me façam rir. Nunca li tanta estupidez junta em tão poucas linhas. De um clube com as iniciais F(ruta) C(orrupção) P(utas) não se esperaria outra coisa.

1 - Esqueceu-se do penalty a favor do benfica cometido por mão do Cebola Mole?
2 - Esqueceu-se da expulsão do Cebola Mole com uma entrada assassina ao Javi Garcia?
3 - Esqueceu-se da entrada de Falcão nos minutos iniciais ao David Luiz?
4- Esqueceu-se de quando o Urreta ia pela ala esquerda sem ninguém, o fóssil...ups... fusível... ai... o Fucile da um toque no Urreta acabando este por tropeçar nele próprio e ficar um amarelo por mostrar?
5 - Guarin faz algumas 6 ou 7 faltas (algumas delas para cartão amarelo) e sai ao intervalo sem um único cartão amarelo. Nem pela acumulação de faltas que por sinal eram constantes. Escandaloso.

Esqueceu-se de pôr os óculos quando viu o jogo. Dizer que Cesár Peixoto derruba Hulk dentro da área... enfim... deve ter sido o homem aranha que estava nas bancadas e lançou uma teia ao pé do Shrek...ups... Hulk! O Saviola estava fora de jogo?? Tu deves perceber tanto de futebol como de berlindes. Já reparaste que a imagem que tens no post é a imagem quando o Saviola recebe a bola. Os fora-de-jogo não são marcados quando o jogador recebe a bola mas sim NO MOMENTO EM QUE O PASSE É FEITO. Ou seja, a imagem que tu deverias mostrar é quando a bola sai dos pés do David Luiz. Percebeu?

Esqueceu-se de ser inteligente neste post. Secalhar é porque nunca o foi e tem umas palas enormes à frentes dos olhos. Secalhar é das semelhanças com o burro do Shrek.

Manú 22 de dezembro de 2009 às 03:14  

vasco, chamei te portista de gema porque é so isso que concluo com a veemencia com que defendes o porto neste assunto! acho que de todos os comentarios que ja apareceram os teus sao os mais "portistas".

o fora de jogo nao tem influencia NENHUMA no golo. vamos ser verdadeiros e ver as coisas com olhos de ver. a bola volta quase ao meio campo benfiquista depois disso. nao interessa minimamente como o meu central caceteiro (um dos melhores do mundo) endossou depois a bola para o saviola! nao brinquem comigo. um fora de jogo so tem relevancia directa quando o jogador que usufrui dessa posiçao irregular marca ou assiste!

mas vamos falar do jogo jogado e nao da arbitragem! ha posts proprios para comentar a arbitragem e, por muito doloroso que seja para muito comentar o futebol jogado (claramente melhor pelo benfica), é para isso que estes posts servem!

nao vejo ninguem a falar da brava e respeito que o cardozo conseguiu impor ao excelente central que bruno alves é. nao vejo ninguem falar na boa resposta que fucile conseguiu dar a dois dos mais rapidos jogadores da liga. nao vos vejo comentar a exibiçao de luxo de david luiz ao secar tudo o que havia para secar. etc.

Tomás Pipa 22 de dezembro de 2009 às 03:22  

Cristiano, adorei o post,cheio de ironia, tipico do Norte.

Realmente o SLB é tudo o que dizes,adorei o pormemor de virem gajos dos Açores e de tão longe.É mesmo assim, só não gozo mais porque era isso que eu gostava que o meu Sporting tivesse. Nem imaginas a quantidade de pessoas que conheço que têm lugar em Alvalade e nunca lá põem os pés.É uma dor de alma para mim.

O clássico começa mal com a nomeação do pior árbitro português da actualidade, Lucílio Baptista. Como já disse, esse senhor deveria ter sido irradiado a seguir à final da Taça da Liga o ano passado e agora até clássicos apita?Como?

Não tinha reparado no fora-de-jogo, tens toda a razão. O golo do SLB vem de um fora-de-jogo.

No post do Pedro já dei a minha opinião sobre a arbitragem.

Em relação à perda de tempo de Ramires e Quim. Podes não gostar como eu também não gosto, mas é legal. O FCP faz exactamente o mesmo em Alvalade. Nâo te podes queixar disso.

No canto do Menezes tens razão, mas aí dou benefício da dúvida ao árbitro. Era impossível para o árbitro ver quem tinha sido o último a tocar, nós só o conseguimos porque tivemos não sei quantas repetições. Em casa de dúvida beneficia-se a equipa atacante (pena não acontecer o mesmo com o SCP, ao SLB beneficiam sempre em caso de dúvida).

Sapunaru e Hulk foram mesmo expulsos? Só li que se tinham desentendido com uns seguranças.

Em relação ao mau estado do relvado,caros amigos, alguém tem culpa do dilúvio que caíu ontem em Lisboa?

Na minha opinião, o SLB foi justo vencedor. No entanto, se Javi Garcia tivesse sido expulso logo no inicio como deveria ter sido...não sei não!

Vasco 22 de dezembro de 2009 às 03:22  

Eu como Sportinguista quero naturalmente que os da frente percam pontos. A veemencia com que defendo o porto não é por ser portista de gema mas sim porque:
1º O Sporting precisa de subir e para isso precisa que quem vá à frente perca pontos.
2º De facto não gosto nada do benfica, nunca gostei. Acho algo incompreensivel e é por isso que ataco o benfica, mas que para isso seja necessário defender o porto.

A arbitragem faz parte do jogo. É mais uma equipa que lá está. Sendo assim, e tendo em conta tantos erros de arbitragem, o empate seria o mais justo visto que o golo que deu a vitoria ao benfica é irregular.

Tomás Pipa 22 de dezembro de 2009 às 03:27  

Manel,não sejas cego.

O penalty do Peixoto não é penalty em lado nenhum do mundo???

Olha, em Portugal é claramente!
O lance de fora-de-jogo também não é noutra jogada como dizes, é na mesma, a bola não vai ao meio campo, a bola é aliviada para pouco depois do meio campo e depois há um pontapé de ressaca para dentro da área que Saviola aproveita. Se tivesse sido marcado esse fora-de-jogo, como deveria ter sido,o golo não teria acontecido.

No entanto reforço a superioridade do SLB sobre o FCP neste jogo.

É um facto, duas expulsões por assinalar, Javi e Rodriguez.

Manú 22 de dezembro de 2009 às 03:29  

a jogada do golo foi a assistencia do david luiz para o saviola.

nesse lance nao ha fora de jogo. o fora de jogo foi na jogada anterior! nao vamos ser falsos e arranjar desculpas!

e nao vejo qual o problema de virem adeptos do benfica para ver o classico que poderia por o benfica a 4 pontos da equipa mais dificil da liga, um rival muito forte! isso é a tipica conversa de inveja ou de quem nao tem nada para dizer!

nao vamos confundir o titulo do sporting (ganhar ao benfica) com a alegria do benfica em aumentar a vantagem para 5 pontos contra um adversario directo e dificil. é um facto que esta vitoria lança o benfica. nao ha nisto nada de felicidade por ganhar o titulo de ganhar ao porto. o benfica nao é um clube que se contente com pouco, voces sabem!

Tomás Pipa 22 de dezembro de 2009 às 03:33  

Oh Rennite, bem vindo ao Settore.

Desculpa lá, vens dizer que o Cristiano tem umas palas, mas tu tens o quê? Falas em 5 situações, todas a favor do SLB. O que é dás a pensar? Quem tem afinal as palas?

Javi Garcia merecia ter sido expulso, é um facto
Há fora-de-jogo evidente, é um facto também.

O Cristiano fala no penalty do Rodriguez.

Francamente,há que ter dois dedos de testa e ver os factos como eles aconteceram!Não sejam cegos

Tomás Pipa 22 de dezembro de 2009 às 03:34  

Vcs benfiquistas esquecem-se, que à vossa frente está uma outra equipa, que curiosamente vos ganhou. Não embandeirem em arco, vocês não são claramente a melhor equipa em Portugal, a jogar futeobol talvez sejam, mas o Peseiro também jogava bom futebol e não tinha a melhor equipa.

O Braga tem sido muito competente e merece sem dúvida o 1º lugar.

Tomás Pipa 22 de dezembro de 2009 às 03:40  

Não Manú,o golo do Benfica vem no seguimento dessa jogada.

Sendo assim nos penaltys só contaria o remate, se entrasse golo, se não entrasse não era golo. Não poderiamos comentar a jogada que deu o penalty?Só porque antecedeu?

Manú 22 de dezembro de 2009 às 03:40  

cesar sobre hulk nao ha nada! cesar ganha o lance e ha um contacto que hulk força. o hulk nem refila! nem hulk nem os jogadores do porto! porque sera?

quanto ao lance anterior a jogada do golo pode dizer-se que ha um fora de jogo por assinalar. mas depois o porto alivia e a jogada acaba, e quando a bola volta para a defesa do benfica david luiz isola saviola com um alivio.

o fora de jogo nao tem influencia directa no golo! nenhum dos intervenientes no golo (quem assiste e quem marca) usufrui de posiçao irregular!

e pela imagem que o cristiano pos no blog nao consigo jurar que o saviola tenha tocado na bola antes de o urreta dar de calcanhar. acho que o arbitro pode ter nao ter visto o possivel toque do saviola.

Tomás Pipa 22 de dezembro de 2009 às 03:44  

Se não viu, deveria ter visto,por isso é que temos aqui uma rubrica sobre arbitragem.

Manú, não sejas burro! Isso que estás a dizer é uma barbaridade. Então os foras-de-jogo posicionais não existem? Diz-me lá, nesse caso,o gajo que assiste e o que marca é o que está fora de jogo?Não mandes argumentos ao calhas.

A jogada é a mesma como é óbvio.

Manú 22 de dezembro de 2009 às 03:52  

nao vejo onde esta a burrice nem a aleatoriedade do que eu disse: nenhum dos intervenientes directos do lance do golo usufrui de posiçao irregular, ou usufrui?

vejo os sportinguistas muito tensos com esta vitoria do benfica, chegam a partir para a ofensa para defender um clube que nem é o deles.

ainda tenho que ler posts a dizer que o benfica é que presta vassalagem ao IV nas camisolas...
deviam era olhar para as 3 estrelas correspodentens as 3 decadas de titulos nacionais do benfica.

Manú 22 de dezembro de 2009 às 03:54  

e bem sei que se nao viu devia ter visto, mas se nem em repetiçoes se consegue apurar com clareza se saviola toca na bola, é normal que o arbitro nao tenha visto.

por alguma razao se pedem meios tecnologicos a favor da verdade desportiva. porque os arbitros sao humanos e é humanamente impossivel ver tudo com clareza.

Pedro Veloso 22 de dezembro de 2009 às 10:00  

Tomás vou-me chatear contigo. Estavas na meia-dúzia de lagartos que considerava diferentes, mas não evitas mostrar também um odiozinho ao SLB.

"É um facto, duas expulsões por assinalar, Javi e Rodriguez" Já nem falo na palhaçada que é dizer que o golo fora-de-jogo, agora dás um vermelho ao Javi não sei porquê, por chutar a bola na direcção do Falcao? E nem falas na pisadela, isso sim grave, do colombiano ao David!

Reconheces a justiça da vitória, mas também era o que faltava...

"Realmente o SLB é tudo o que dizes,adorei o pormemor de virem gajos dos Açores e de tão longe.É mesmo assim, só não gozo mais porque era isso que eu gostava que o meu Sporting tivesse." Mas isto é motivo de gozo???? Qual é o mal, deviam era admirar isso! Agora com o SLB até se goza com a devoção e sacrifícios dos adeptos, inacreditável. Mais o quê?

E Vasco, o que é que é incompreensível?

Só mais uma coisa: Tomás, deixa lá de falar como se o Braga estivesse muito à frente, tem os mesmos pontos, desvantagem enorme na diferença de golos e vantagem no confronto directo. Nada mais.

Anónimo 22 de dezembro de 2009 às 11:57  

Cristiano esses primeiros paragrafos são de um egocentrismo muito grande. Ao mesmo tempo um dor enorme e azia te levaram a escrever de tal forma, bonita sentida...mas exagerada. Não fosse o post sobre o classico diria até que seria um titulo do género "Porto O clube do meu coração" ou qualquer coisa do género. Mas não... o post é sobre o classico e tentas dar voltas e voltas ao texto e ao jogo. O estádio que enche para ver um clube campeão é o teu quando o benfica vai até ao dragão! "O estado do relvado??? Com o estado do relvado em perfeitas condições não tinha sido só 1-0, e pegando em palavras tuas.... "acredite quem quiser"!
Depois de um banho tactico que o mestre das tacticas deu ao prof e o dominio avassalador que o benfica teve, só posto em causa durante 20 minutos (caida fisica de urreta, martins e lesão de ramires) o porto veio a lisboa para aprender a jogar futebol. Se não aprenderam deviam ver os jogos do benfica, pois sabemos publicamente que andam desatentos.
Falas de garcia e de saviola mas rodriguez não acabava o jogo. Casos? casos só falo de 2... o amarelo a david luiz que levaram uma semana a pedir a cabeça do brasileiro, e a mão de rodriguez!.... o resto? o resto são sepositórios para a vossa azia! Mas nada me deixa mais feliz que tenham ficado assim desolados os meus agora portistas favoritos! Tenho a certeza que acertamos em cheio nas escolhas para o sector! Abraço a todos.
Numero Dez

Anónimo 22 de dezembro de 2009 às 12:06  

para ti que gostas de jornais aqui esta.........


http://1.bp.blogspot.com/_2f7ku7LQWO4/SzCm6erJIeI/AAAAAAAAB2A/pcOo4P0eGa8/s1600-h/mundo.gif

numero dez

Alfredo Barbosa 22 de dezembro de 2009 às 13:05  

Acho que ainda ninguém focou isto, mas cá vai: sou o único a achar que no lance irregular do golo o Helton saiu que nem um cêpo?

Pedro Veloso 22 de dezembro de 2009 às 13:26  

Número Dez essa imagem com os comentários nos jornais é elucidativa, as análises não deixam dúvidas - ou se calhar o Benfica também controla editorialmente esses jornais, acho que é isso! Ah e eles de facto falam imenso da arbitragem.

A análise do Olé ao Saviola...não é preciso acrescentar mais nada. E vejam o que O Globo diz do golo do coelho: "em condição legal...".

Alfredo o Helton perdeu tempo a preocupar-se com o Maxi - é bonito, aliás o Helton é uma excelente pessoa e guarda-redes, mas naquela hora não o podia fazer - e depois saiu um bocado à pressa de facto, mas creio que tendo o remate sido muito puxado ao poste não teria hipóteses mesmo que saísse com toda a atenção do mundo.

Tomás Pipa 22 de dezembro de 2009 às 13:57  

Veloso:

Como tu sabes,odeio o SLB e odeio o FCP,mas gosto mais das equipas que jogam bom futebol e aí,é um facto,o Benfica esta época fá-lo muítissimo bem.

Fiquem vocês sabendo que festejei a Taça Uefa e a Liga dos Campeões do FC Porto,porque nessa altura jogavam mt futebol.Nem fui às aulas nesses dias.Portanto não há cá clubismos,nem anti-benfica,etc.

O Benfica foi superior ao FC Porto dos 5min aos 90min,é um facto também.Grande exibição de David Luiz e César Peixoto,mesmo estando envolvido num lance de penalty.No meio campo Javi esteve bem,continuo a achar que não valha 7M€,mas também o que é que nos interessa o preço dele?Não foi nenhum de nós que o pagou.Gostei do Ramires,como tenho vindo a gostar sempre e gostei da surpresa do Urreta,já na ponta final da época passada tinha gostado dele e foi com grande admiração minha que não vi o JJ apostar nele.Saviola para mim é actualmente o melhor jogador do SLB,é uma maravilha,a maneira como ele remata,como encosta a bola ao poste direito é de jogador de topo(à Ronaldo Gordo).Cardozo esteve bem,mas acho que vocês exageram ao dizerem que fez uma grande exibição.

O FC Porto fez o que pôde.Vê-se que é uma equipa mal preparada.

Alfredo,em relação ao Helton,não vejo porque dizes que se saíu à cepo.Acho mesmo que não teve hipóteses.

O Fucile andou perdido,fartou-se de levar nó cegos do Urreta. B.Alves nem parecia ele,normalmente está aos berros,a encostar peito,às cotoveladas etc...No domingo estava ali caladinho,nem se deu por ele!(adorei ele a tentar fazer falta ao Weldon e a estampar-se no chão)
A.Pereira gostei e Rolando foi um desastre.
O Meio campo para a frente,é que foi para esquecer, uma nulidade!Falcao mt sozinho.
Hulk mt individualista,está um horror mesmo!(e cheguei eu a dizer que estava no top-10 de avançados mundiais....) Rodriguez que é um jogador que tanto estimo também não jogou nada. Meireles na senda do que vem fazendo esta época...nada!

Enfim,em futebol jogado o resultado é justo,Benfica foi superior. No post das arbitragens discutiremos os lances.Mas deixem-me que vos diga,que tanto vocês do Porto que só vêm os lances do SLB e os do SLB que só vêm os do FCP estão muito "cegos"!

João 22 de dezembro de 2009 às 15:26  

Boa tarde!cheguei e já a procissão vai no adro. Cristiano, em relação à arbitragem levantaste muitos bons pontos e que geraram uma discussão muito pertinente. Concordo contigo na maioria desses pontos e que influenciaram negativament o Porto, sem dúvida. Mas não te esqueças que o Benfica também teve lances em que foi prejudicado.Não poso deixar de te criticar negativamente pelos teus primeiros parágrafos, eu sei que és nortenho e que podes ter a bela tendência para ironizar mas entraste no domínio do bajardice. Azia pura. Pegas em tudo para minimizar o Benfica, até no campo. A ironia tão baixa e essas imagens entram no domínio do reles. Apesar de fazerem rir, tb gosto de transparência, argumentação, crítica, "picanço" com qualidade, mas juntar as 1ªas belas frases borra tudo. Faz uma introspecção e vê lá se nos jogos em que o Benfica e o Sporting foram prejudicados pela arbitragem (olha o meu SCP nas antas este ano), se algum dos comentadores de outro clube fez coisa semelhante? Critica, pode ser faccioso ali ou ou acolá, mas tão irónico e ressacado não me recordo. Arbitragem à parte (e que muito bem mencionaste), com erros graves para os dois lados, a qualidade de jogo do SLB foi muito superior e indiscutível.

Não admira que o Manú fale em Azia, é de caras. Eu sei que só lê quem quer mas têm que começar a aprender a perder com o benfica com alguma classe lool. E a aprenderem a serem roubados em algumas situações, se os outros são e não descem tão baixo. porque são excepção?Ah,exijam respeito!

"Notava-se nos que lá estavam que há muito ansiavam por receber um clube da Liga dos Campeões, um clube respeitado na Europa, um clube que ganha títulos como nós bebemos água, um clube que por ser tão grande motiva uma raiva enorme, raiva essa que encontra o seu expoente máximo no melhor dirigente desportivo de sempre: Jorge Nuno Pinto da Costa."
- raiva semelhante li ultimamente, mas não me recordo onde!

"Dirigente este que foi vitima de uma tentativa de agressão da gente fina da capital." - não insultes a gente fina do Porto sff, que não são menos que os cá de baixo

"No fim fiquei até emocionado com a alegria daqueles rostos, notava-se que para eles, aconteça o que acontecer, o titulo deles já lá mora, afinal de contas eles tinham acabado de vencer o melhor clube português da actualidade, tinham vencido o clube que eles tanto admiram, que acabam por odiar." - Não há azia não?

"Admito que quando filmaram as bancadas no fim jogo veio-me à lembrança o Natal dos Hospitais, onde brindam os que necessitam e sofrem." - Tomara que os enfermos tivessem saúde e dinheiro para ai ao derby. É de mau gosto.

"Deslocaram-se de todas as partes do país, alguns vieram mesmo das ilhas, a qualquer preço, todos eles com o objectivo único de prestar vassalagem a quem ostenta o "IV" nas camisolas e de acreditar que desta vez é que ia ser. E foi." - vieram por amor ao clube e dar-lhe força. Tomara que o teu clube tivesse tantos adeptos com o SLB fora do porto e arredores, e como o Tomás disse, o SCP!Aliás, as Antas este ano têm estado mais parecidas com Alvalade do que com a Luz:P

Bom humor!

Alfredo Barbosa 22 de dezembro de 2009 às 16:45  

O Helton tem a atenuante de se ter preocupado com o gajo que estava no relvado, mas vejam as imagens. Ele parece que não quer ir aos pés do Saviola - deixa o ângulo todo aberto -, dá a ideia que queria ir ter o fiscal de linha.

Duarte 22 de dezembro de 2009 às 16:58  

Excelente Cristiano.

Já me disseram que o lance do penalty do Rodriguez é precedido de um canto que não existe. Não sei se é ou não. O que sei é que o que se passou foi um roubo de igreja e com todas as letras. O golo do slb é também ele precedido de ilegalidade. O Benfica marca um golo ilegal, quem disser o contrário mente. César Peixoto faz penalty sobre Hulk, claro que o Lucílio nada fez.

O Porto perdeu, não fez um grande jogo, mas não fosse o árbitro Lucílio Baptista, de certeza que as coisas não se tinham passado da forma que se passaram. Não gostei do jogo, em geral foi fraco. A arbitragem vergonhosa. Fomos anjinhos e até a arbitragem é em grande medida culpa nossa. Já aqui tinha escrito, aquando da nomeação do SLB (sr. Lucílio Baptista), que nos tinham metido um golo e tínhamos 90 min para marcar dois. Não conseguimos marcar nem um e durante a semana Jesualdo calou-se, Pinto da Costa falou, mas timidamente e a equipa foi psicologicamente mal preparada para a encomenda que aquela gentalha tinha planeado.

Agora resta-nos protestar e ver os pasquins de Lisboa assobiar para o lado. Há muito campeonato, mas esta época tudo se desenha para ser um ano à boa maneira de 2004-2005. Está tudo feito e não se admirem se o Bruno Paixão for o próximo árbitro com que teremos de nos deparar.

Duarte 22 de dezembro de 2009 às 17:00  

Cristiano, só uma coisa que gostaria de acrescentar ao teu post. No fim do jogo era engraçado que alguém se lembrasse de fotografar os bancos de suplentes de Porto e Benfica. O do Porto parecia a lixeira municipal, carregado de objecto atirado pelos digníssimos adeptos encarnados. Gente fina é outra coisa.

Duarte 22 de dezembro de 2009 às 17:07  
Este comentário foi removido pelo autor.
Duarte 22 de dezembro de 2009 às 17:08  

Quanto ao tratamento dado aos adeptos visitantes, apenas uma palavra: vergonhoso. Tratados que nem animais. Só para que seja dada uma ideia, os adeptos do FCP, eu incluído, chegaram a lisboa às 17:45 e entraram no estádio às 19:45. A espera decorreu ao ar livre e, consequentemente, à chuva. No bar do estádio nada havia que não fosse coca-cola e uns pacotinhos de pipocas, além de que nem dinheiro existia por lá para dar o troco - embora eu isso ainda possa compreender, afinal estão em falência técnica.

Depois o Dragão é que é um inferno.

Duarte 22 de dezembro de 2009 às 17:19  

Ainda em relação a isto, desculpem mas só agora me lembrei. Porque é que no Dragão e em Alvalade as claques estacionam as camionetas mesmo ao lado do estádio e na Luz ficam a quilómetros de distância? Alguém me saberá responder.

Duarte 22 de dezembro de 2009 às 17:29  

"Felipe Menezes é o último a tocar na bola e o árbitro marca canto. Canto que origina a mão de Cristian Rodriguez. Terá pesado a consciência a Lucílio Baptista?"

Desculpa Cristiano, mas aí não posso concordar contigo. O SLB manteve-se coerente, toda a gente sabe que ele só marca penaltys quando a bola vai ao peito do jogador. É uma questão de gostos, o Duarte Gomes, p.ex., prefere marcar quando a bola vai à cabeça.

Alfredo Barbosa 22 de dezembro de 2009 às 17:56  

É verdade: foi impressão minha ou aquele diabo de Gaia que fez o que fez no ano transacto estava no interior do estádio?

Anónimo 22 de dezembro de 2009 às 18:23  

até MST consegue deixar clubismos de parte e ver as coisas como foram!
Alguém acredita???
De fazer inveja a muitos portistas facciosos!

Autópsia de uma justa derrota
Por
miguel sousa tavares

http://redpass.blogspot.com/2009/12/ate-o-mst-viu-uma-justa-derrota.html

Anónimo 22 de dezembro de 2009 às 18:24  

comment em cima é meu. numero dez

Bernardo 22 de dezembro de 2009 às 18:35  

"no melhor dirigente desportivo de sempre: Jorge Nuno Pinto da Costa."

Acho que esta frase demonstra bem o espirito e a qualidade de análise deste jogo pelo Cristiano.

Gostaria só de lembrar o que acho que está muito esquecido, o PC foi suspenso por 2 anos e o Porto chegou a perder 6 pontos na liga por tentativa de corrupção. Ou seja o PC tentou corromper mas não conseguiu, logo não é corrupto(coitado bem queria ser mas não consegue) é o melhor dirigente desportivo de sempre português. E agora falam na absolvição de PC nos tribunais portugueses, gostaria de lembrar que em Portugal estão presas 24(!) pessoas por corrupção, logo se um tribunal portugues diz que PC não é corrupto é porque de certeza que não é...Acordem.

Deixando o PC de lado acho que quanto ao jogo já foi tudo dito pelas pessoas que viram o mesmo jogo que eu (20 de Dezembro 20e15 Benfica-Porto). Há comentários aqui que falam claramente de outro jogo.

Mas mais engraçado acho o facto dos portistas virem falar de arbitragem. Até se percebe estavam habituados que todos os erros dos arbitros os favorecessem mas neste jogo houve erros para os dois lados, ESCANDALOSO! Habituaram-se à época de ouro do PC mas parece que isso já acabou. Como recordação dessa época fica aqui o golo do Petit na luz contra o grande Baía.

Saudações

Tomás Pipa 22 de dezembro de 2009 às 18:39  

Bernas,bem vindo ao Settore. É uma honra ter-te por aqui.

Realmente PC, um presidente de um clube que recebe árbitros na sua própria casa na véspera de jogos,é um inocente. Se até nos tempos do Mourinho(quando não era preciso) roubava,imagino o que faria nos anos em que era preciso

Duarte 22 de dezembro de 2009 às 19:26  

Bernardo, com certeza que o melhor dirigente desportivo de sempre foi o LFV, Jorge de Brito e Damásio, a seguir ao Salazar que vos valeu por 10 Eusébios. E lá estão vocês a desconversar. Eu sinceramente já não sei se isso é alguma superstição, se é um disco riscado. Quem é que falou aqui no apito dourado? Voltamos ao mesmo, mas vocês importam-se de por uma vez na vida usarem a cabeça e menos o coração para argumentar sobre coisas actuais? Quando quiserem discutir o apito dourado façam-no que são livres disso, mas no momento e sítio certos.

Bernardo, sem me querer alongar porque isto era estar a dar importância aos vossos delírios, o Pinto da Costa foi condenado pelo CD da Liga, por um mestre em direito que nem juiz é e nem deu oportunidade ao presidente do FCP para se defender. De resto, foi ilibado nos tribunais por juízes que seguiram os trâmites judiciais normais e não se deixaram iludir pelo livro que teve Leonor Pinhão como "face oculta". Relativamente ao "golo" do Petit - pela enesima vez escrevo isto -, quando me mostrares uma imagem que seja com a bola toda dentro da baliza do Baía, eu fico convencido de que foi golo porque não sou cego nem burro. Até lá, e como ainda absolutamente ninguém conseguiu demonstrar o contrário, digo que não foi golo. Golo foi -e disso há imagens - o do Clayton na baliza do Bossio em 99/2000, mas desse já não interessa falar.

Voltando à actualidade - embora ainda com imagens reais, e não imaginativas, como pano de fundo -, tens neste post a prova provada de que o golo do benfica é ilegal. Dizer que o resultado não sofreu nenhum tipo de influência, isso sim é enveredar por um fanatismo absurdo. Afirmar-se a pés juntos que em Guimarães o Coentrâo sofre falta porque é puxado e que agora a disputa de bola do C.Peixoto com o Hulk é normal, é pelo menos o cúmulo da incoerência.

Todos temos as nossas preferências, nenhum de nós tem dever de imparcialidade, mas quando se discute deve-se ter um mínimo de coerência e bom-senso para não cairmos nos argumentos fáceis que, para este caso, não servem para nada.

O Pedro já mostrou ser um rapaz de bom-senso. Ainda deve estar encantado por uma vitória do clube dele sobre o melhor clube português, mas espero convictamente que, quando a euforia passar, ele reconheça que o resultado foi afectado, pelo que o empate seria o mais acertado no "campeonato virtual". Isto não invalida de eu próprio afirmar que o Benfica foi superior ao FCP, não foi tão melhor quanto alguns querem fazer parecer, mas esteve por cima. Se tivesse que haver algum vencedor, possivelmente seria o Benfica, não era preciso era ser desta maneira, acho eu.

Duarte 22 de dezembro de 2009 às 19:33  

Número Dez, o MST pode escrever o que quiser. Muitas vezes estou de acordo com ele, outras estou em desacordo. Não há nenhum problema dele pensar de forma contrária à minha porque sei que a opinião dele é construtiva para com o FCP, não visa o ataque e a ofensa como tantos e tantos escroques que para aí andam.

Ele acha que o Porto jogou mal, eu também. Ele acha que o Porto perdeu exclusivamente por culpa própria e que a arbitragem não teve influência, eu não. Acho que se a arbitragem tivesse sido normal, dificilmente o Benfica ganharia, mesmo tendo sido tendencialmente melhor. Acho também que se a equipa tivesse sido mentalmente preparada teríamos ganho e não haveria Lucílio nenhum a parar-nos.

Bernardo 22 de dezembro de 2009 às 19:59  

Sinto muito nervosismo vindo do Norte.

Começo por dizer que sim fiquei muito contente com esta vitória. Sim o Porto tem sido superior ao Benfica (não ganhávamos ao Porto desde o Jesualdo...) e esta vitória soube mesmo BEM!

Duarte queres imagens?vai ao porto académica desta época e vai lá ver o que se passou, com agressões e foras de jogo escandalosos...Sem falar do Nacional. Mas vá não fiques nervoso,falando só do jogo o Benfica foi superior e não há muito a dizer.



Duarte não sei se reparaste mas falei em erros para os dois lados não falei só em erros para o Porto ou Benfica.

"Uma mentira contada muitas vezes torna-se verdade" Essa do Salazar e do Benfica é a prova. Aconselho-te a ires à Bertrand comprar um livro que saiu agora e que faz a análise da relação Salazar-futebol e está lá tudo muito bem explicado. Essa tanga do Salazar e do Benfica...deixem-se de tretas. O Jogo de Salazar», Ricardo Serrado, está lá tudo muito bem explicado.

Onde é o sitio certo para falar do apito dourado?Só falei nisto porque dizia na crónica do jogo que o PC era o melhor dirigente desportivo de sempre, para mim mais que razão para lembrar mentes esquecidas. Mas desculpa secalhar tens razão isto do apito dourado e do PC só se pode falar em sitios muitos especiais,tão especiais que ninguem sabe bem onde eles são...

Adiante porque não é isto que é o futebol.

E não queria deixar de lembrar que o Benfica ganhou ao melhor clube português sem dois titulares da selecção albiceleste, com um mau relvado e um mau árbitro. Um dos titulares não tinha feito um minuto esta época,outro não tava a 100 por cento! De notar que um dos argentinos foi considerado o melhor argentino da década por milhares de cibernautas!lol

Saudações

André Seixas 22 de dezembro de 2009 às 20:09  

Duarte, aproveito para sublinhar as coisas que escreveste.

Tal como já disse anteriormente, não nego que o Porto tenha feito um jogo pobre e também não nego o futebol mais objectivo que o Benfica praticou (partilho, neste ponto, da opinião do Rui Santos).

No entanto, afirmar que a arbitragem não teve qualquer influência no resultado final... Isso é abusivo!

O golo começa numa jogada irregular que não foi vista por ninguém...

Cristiano Moreira 22 de dezembro de 2009 às 22:51  

Manu e Pedro Veloso, o meu muito obrigado ao vosso tempo perdido a comentarem-me.
Posso ser o que for, mas que este blog ganhou comentários e visitas comigo GANHOU!!
Manu, és das pessoas mais doentes que conheço. Desde que nasci, em 1983, que tomo champanhe para festejar as conquistas do meu clube. Tu tomas o quê, desde pequenino? Trata-te menino!
Pedro Veloso, admiro-te, a sério. Podes vir a ser o novo "Barbas".
Um abraço a todos e obrigado pelos vossos comentários.
É triste, mas é verdade: o FC Porto foi ROUBADO!!

Pedro Veloso 23 de dezembro de 2009 às 01:17  

Cristiano gosto muito desse argumento das visitas. Se eu quisesse e fosse mal formado também podia escrever um post só com esta frase "os adepto do Porto são todos um filhos da p***". Batia o record de visitas e comentários lol.

Claro que eu e o Manú tínhamos que perder tempo em comentar, ninguém diz disparates do nível dos que proferiste aí sobre o Sport Lisboa e Benfica e seus 14 milhões de adeptos sem levar troco da minha parte, tal como se fosse o inverso vocês reagiriam também.

Mas explica-me lá já agora porque é que eu podia ser o novo Barbas. Pela minha parte até é um elogio, tirando o facto de eu não pretender ter um restaurante e uma barba tão grande. É que, para além de benfiquista famoso, é boa pessoa e, não sei se sabes, muito querido no mundo do futebol. Ele tem até muitos amigos portistas, como o Jorge Costa, vai tudo comer marisco ao restaurante dele da Costa.

Duarte, obrigado pelo comentário simpático,e tira lá o "possivelmente" antes do "seria o Benfica", sabes demasiado de futebol para não o achar.

Bernardo, bem vindo ao blog e obrigado por atacares o mito da protecção salazarista ao Benfica.

Tomás Pipa 23 de dezembro de 2009 às 01:39  

Veli, agora deixaste-me curioso.

14 M adeptos? qual é a distribuição? 6 Portugal e o resto? Angola?França?

Pedro Veloso 23 de dezembro de 2009 às 01:49  

Isso não sei Tomás. Mas deve ser sobretudo nesses, mais Alemanha e Estados Unidos.

Cristiano Moreira 23 de dezembro de 2009 às 12:49  

Quando me referi aos comentarios e visitas não foi no tom que julgaste. Apenas referi porque acho bom para nós, do Settore, ter visitas e comentário.
Antes polémicos que desconhecidos.
Só isso.
O Barbas tem amigos portistas? O Pinta da Costa tem amigos benfiquistas. E?
Eu disse disparates? Eu comentei coisas que aconteceram, não inventei nada.
Ninguém do vosso clube é capaz de assumir que o golo do Benfica é precedido de fora de jogo. É triste, mas verdadeiro. Eu não tinha coragem.
Era o mesmo que eu dizer que o C. Rodriguez não fez penalty.
Um abraço!

Pedro Veloso 23 de dezembro de 2009 às 14:43  

Cristiano, os disparates a que me referi são os da 1a parte do post, sobre a vassalagem, Natal dos Hospitais, etc. Na parte dos árbitros já tens todo o direito de o fazer, embora preferisse que se falasse mais no jogo. Podias ser menos tendencioso nessa análise mas faz parte.

Ainda não falei do lance do golo porque logo escrevo a minha análise da arbitragem, guardo a discussão para lá. Vão ver que a minha opinião vai ser incontestável;)

Mas uma coisa, deixem de confundir Saviola e Urreta, não são assim tão parecidos, um é branco o outro índio!

Um abraço

P.S. Continuo sem perceber se tens má opinião do Barbas

Anonimun 23 de dezembro de 2009 às 16:21  

Basta o Porto levar uma derrota sem apelo nem agravo para este blog passar a ser uma tristeza! Meus amigos do Porto: respirem fundo, muito Kompensan, e quando a cabeça estiver mais leve e os olhos menos cegos vejam o jogo outra vez (todo) e depois comentem o jogo! Ver a bela exibição do Benfica na 1º parte é um belo presente de Natal para os adeptos do futebol.
Bom Natal a todos

Manú 23 de dezembro de 2009 às 16:40  

cristiano nao vou continuar a conversa e descer o nivel.

ao partires para a ofensa barata considero a conversa acabada.

bom natal a todos

Duarte 23 de dezembro de 2009 às 18:35  

Bernardo, mas eu sei lá quem é o Ricardo Serrado. Quem me diz que não é outro Rui Cartaxana? Vocês benfiquistas gostam muito de escrever a história a vosso gosto, usando os lacaios obedientes da comunicação social para se arvorarem num clube imaculado que estão a léguas de ser. Podia trazer-te a famosa história do Calabote - outro episódio que vocês agora gostam muito de contar à vossa maneira-, mas deixo-te também eu uma dica literária. Experimenta ler o livro "E agora, José?" de José Cardoso Pires, concretamente está atento ao capítulo intitulado "Técnica do golpe da censura". Entre outras coisas verás que, p.ex., as críticas à arbitragem eram cortadas pelo lápis azul da censura.

De resto, quando ligo Salazar ao Benfica é em sentido metafórico. Salazar não gostava minimamente de futebol, até hoje ninguém pode afirmar com certezas o seu clube. Do mesmo modo, em Espanha, Franco nada ligava ao futebol, até era adepto do Atlético de Madrid, mas raramente via os jogos. O que se passava era que os regimes funcionavam em prol de dois clubes: Benfica e Real Madrid. Isto é uma certeza que eu tenho, até por razões familiares sei bem do que falo e ninguém me irá convencer do contrário.

Voltas a cair na tentação de falar em coisas que nada têm a ver com o post, como o Porto x Académica. Esse jogo já foi aqui discutido. Há de facto um golo do Porto - o terceiro - que é irregular. No entanto, deixa-me que te diga que aqui no blogue, bem como noutros locais, todos foram unânimes em dizer que os dois tentos da Académica foram também eles irregulares. Como vês, o Porto este ano não deve um único ponto à arbitragem. Os posts do Pedro até por isso são interessantes, já que desmistificam as mentiras que, de tantas vezes contadas, se transformam em verdades. O FCP está a ter oscilações esta época, mas não tem tido nenhum tipo de ajudas.

Só mais duas coisas Bernardo. Podes falar no apito dourado em qualquer altura, mas é mais aconselhável quando o assunto de um post for esse. Convínhamos porém que agora essa é uma matéria um pouco ultrapassada. De resto, é um facto que o Benfica jogava sem o Di Maria que é um génio, mas recuperou o Lucílio Baptista. Já a falta do Aimar desculpa lá - e já sei que vou ser "crucificado" por isto - mas a mim não me convence. Que gostem muito dele é uma coisa, que o considerem uma pedra fulcral é outra. Eu tenho uma opinião absolutamente distinta. Acho que ele é um jogador perfeitamente normal. O ano passado fez uma época péssima, este ano não pôde jogar duas vezes e o Benfica não sentiu a sua ausência. Em vez dele alinhou o C. Martins, se queres que te diga parecem-me dois atletas da mesma estirpe, pelo que não me admira nada que a equipa não tenha sentido a ausência do argentino. É convocado para a selecção? Sim, sem dúvida, embora quanto a mim seja mais um dos delírios de Maradona. Essa de ter sido eleito o futebolista argentino da década também é verdade, agora deixa-me é estupefacto. Como é que o Aimar é o argentino da década quando neste mesmo país, nestes dez anos, houve, assim de repente, nomes como Batistutta, Zanetti, Crespo, Cláudio López ou Messi? Há coisas que não são para compreender.

Duarte 23 de dezembro de 2009 às 18:38  

Anonimum, já aqui disse que o Benfica foi superior. Dizer que a derrota foi sem apelo nem agravo parece-me excessivo. Quem não tiver visto o jogo e vos ler, parece que podiam ter goleado. Posso ver o jogo de novo as vezes que quiseres. Isso só servirá para eu concluir que o Benfica marca um golo que não devia ter existido e que altera fatalmente a história do jogo. Cegos são aqueles que fazem parte do sistema centralista e que, perante um lance tão claro, recorrem à omissão. Isto é um modo de manipulação como outro qualquer.

Pedro, por mais que ache que o Benfica tenha sido superior - também jogava no seu estádio, parece que se esquecem disso -
não posso afirmar peremptoriamente que ganharia mesmo que o golo do Saviola fosse anulado como devia. O Porto no ano passado foi jogar à Luz, foi superior porque teve as melhores oportunidades de longe e não ganhou. Nem sempre no futebol quem joga melhor ganha, saberás isso tão bem como eu.

O Benfica é segundo classificado, está atrás de um Braga que, até agora, é superior a léguas relativamente ao da época passada. Como aqui escrevi, o SLB pode ser campeão, mas se assim for que seja por mérito dos seus jogadores e treinador e não pelo empurrão de outras forças. Até agora tem ocorrido um misto das duas coisas e isso é indiscutível.

aspofmil m. de 23 de dezembro de 2009 às 19:09  

Ainda não tinha visto ninguém, nem o próprio Hulk queixar-se dum "penalty" por "falta" de César peixoto. Se repararem bem, além de ter chegado primeiro à bola e ganho a posição, o Hulk força o contacto e levanta-se rapidamente para não levar amarelo, por simulação! Confesso que me dá vontade de rir ler o artigo assinado pelo Cristiano (Pinto da Costa) Moreira. Penso que tenha sido escrito plagiando a ironia do seu (dele) papa. Começando pela romaria para o Estádio da Luz para ver o Benfica e não, como pensa Cristiano, o clube do Porto. Senão teríamos todas as semanas cerca de 12500 pessoas que ficavam fora do Dragão, por falta de lugar... Mas fica-lhe bem a dôr de cotovelo, é a tentar ser como os maiores que um dia se poderá lá chegar, embora para isso seja necessário saber perder.

Pedro Veloso 23 de dezembro de 2009 às 19:19  

Duarte como sabes estamos totalmente em pólos opostos no que ao Aimar diz respeito, já o discutimos muito! Ele é para mim de facto um craque que acrescenta muito ao Benfica. Mas não sei se viste a história no jornal, ele foi eleito jogador da década por causa dos votos dos benfiquistas! O próprio jornal argentino - acho que era o Olé - depois dissecou e explicou os resultados. Parece que a votação estava equilibrada até ter sido noticiada cá em Portugal. Aí os benfiquistas começaram a votar em massa, de tal forma que ele acabou com 50%, com o Batistuta a vir a seguir com 20! Se eu tivesse sabido também lá tinha ido votar. Por isso é que estas votações valem o que valem;)

Tomás Pipa 24 de dezembro de 2009 às 00:04  

Duarte,o FCP não tenho nenhuma ajuda das arbitragens calma.

Pq há jogos onde não há penaltys por marcar ou mal marcados e golos mal anulados ou mal validado.

FCP-Sporting
FCP-Rio Ave
FCP-Nacional
Paços-FCP

São jogos que o árbitro empurrou,empurrou e empurrou as equipas adversárias, com expulsões perdoadas,cartões vermelhos mal distribuidos,foras-de-jogo mal tirados,amarelos por mostrar quando o FCP fez faltas para parar ataques contrários.

No meu ver o FCP tem pontos a mais e tem bastantes até.Não vos vi a criticar o golo do Falcao por ter vindo de uma falta mal assinalada(com amarelo e tudo que mais tarde viria a dar expulsão) como defendem que o lance do golo do SLB está fora-de-jogo ou o canto que deu o lance do Rodriguez foi mal assinalado.
Nem vi,um,um comentário teu a dizer que Veloso e Polga foram mal expulsos no Dragão. Nem vi um comentário teu a dizer que o Meireles devia ter sido expulso a meio da partida.

Não venhas para aí dizer que o FC Porto não deve pontos a ninguém como se fosses o dono da razão,porque não é verdade!

Na nossa contagem,só um clube é que já foi prejudicado em pontos...que obviamente foi o Sporting!
Se contássemos os "ses" ,talvez não gozasses tanto com o meu SCP e secalhar até estavas a ver jogadores como Caicedo,Angulo,A.Marques,Abel e P.Silva debaixo para cima.

Tomás Pipa 24 de dezembro de 2009 às 00:05  

Também me recordo bem o quão mal disseste do Saviola quando foi contratado. Agora apenas assobias para o lado. Continua a provar que é um grande goleador como sempre foi (desde que jogasse).

Manú 24 de dezembro de 2009 às 03:06  

duarte é verdade que ja muito se discutiu aqui a qualidade do aimar, mas convido te a ver os jogos todos do benfica com atençao e ver a velocidade, imprevisibilidade e superioridade com que o aimar dota (em conjunto com o saviola) o futebol do benfica.

e aserio, admite la a enorme qualidade do saviola. so te ficava bem pa, chega de assobiar para o lado.

Duarte 24 de dezembro de 2009 às 19:10  

Ok, Pedro então está explicado. Achei desde logo estranho os resultados, agora percebo porquê.

Manú, já vi vários jogos do Aimar em Portugal e em Espanha. Ainda não me convenceu de que não é um médio perfeitamente banal. Também não é uma nulidade e seguramente o seu valor real não é aquele que exibiu na época passada, mas não é nada de extraordinário. Mesmo no nosso campeonato, considero que jogadores como Nuno Assis e Ruben Micael estão uns furos a cima do número dez encarnado. Esta época o SLB já defrontou o Guimarães duas vezes e em ambas vi um Nuno Assis brilhante a encher o campo e fazendo a cabeça em água aos adversários. Por comparação, o Aimar esteve a léguas de o apanhar.

Quanto ao Saviola eu não assobio para o lado. Se alguém está a assobiar para o lado são vocês relativamente à arbitragem do Benfic X Porto, mas a isso já lá vamos. Realmente o Saviola surpreendeu-me porque tinha dele a imagem de um jogador que vivia do marketing e boa imagem que alguém lhe criou. Quem me conhece sabe que nunca fui fã dele, excepto quando actuava no River, mas a sua prestação na Europa desiludiu-me. De facto está a revelar-se um bom valor do nosso campeonato, não o discuto. O que continuo a dizer, e em relação a isto não altero uma virgula até que me provem o contrário, é que ele não é jogador para as grandes ligas europeias e consequentemente não tem lugar em nenhum grande plantel da Europa, como já o provou.

Duarte 24 de dezembro de 2009 às 19:35  
Este comentário foi removido pelo autor.
Duarte 24 de dezembro de 2009 às 23:03  

Tomás, vinha numa de te dar os parabéns pelos excelentes reforços de inverno que o Sporting está a fazer. Porém, depois de ler o teu comentário, as minhas boas intenções cairam borda fora com rapidez.

Não meu amigo, o Porto não deve um único pontinho à arbitragem. Esta questão é indiscutível. Até posso aceitar que tenha havido jogos com uma outra nuance, mas daí a afirmar que o Porto foi ajudado e que por isso somou pontos é, no mínimo, abusivo.

Vamos por partes:

Eu sempre me esforcei por ir respeitando os temas dos posts. Além disso, alguns dos jogos que tu aí colocas já foram amplamente debatidos nas ocasiões próprias. No entanto, às vezes é difícil ficar calado e não responder às provocações.

No Paços x Porto que vês tu para além de dois foras de jogo mal tirados (um para cada lado)? No Porto x Nacional, o Cléber lembrou-se de fazer de guarda-redes e de defender com a mão uma bola que ia dar golo e por isso foi penalty, o atleta em questão foi expulso e o Clebão, que não era tido nem achado no lance, foi insultar o árbitro, indo também ele para a rua. Que benefício indevido colhe o Porto disso? Vens falar do Porto x Rio Ave, um jogo de sentido único em que só uma equipa quis ganhar. Neste encontro, o Porto beneficia de um penalty inexistente e, talvez pelo peso na consciência, o Paulo Costa, de seguida, negou duas grandes penalidades aos azuis e brancos. Isto para além de o Carlos ter passado 75 min a perder tempo, altura em que viu amarelo, e o Beto, a primeira vez que ousou imitar o seu colega de posição, foi logo admoestado. Saber-me-ás responder onde foi o Porto beneficiado nisto.

O melhor para o fim: PortoxSporting, claro está. Eu pensei que a saída do Paulo Bento vos tivesse pulido e refrescado as mentes. Parece que ainda se manifestam algumas remeniscências "bentistas" por alvalade. É natural, afinal só há bem pouco tempo é que o homem vos deixou. O livre que dá o golo do FCP é mesmo falta, só vocês sportinguistas é que o ainda discutem. Ok, mas eu como não quero ser já apelidado de faccioso digo que o lance é muito discutível, que o Hulk drbila o Polga, que este lhe toca, quando a bola já não está ao alcance do central leonino, mas não é 100% certo que o toque tenha sido suficiente para deitar a baixo o jogador dos dragões. Assim está melhor, não está? Mesmo assim, acho que por mais que qualquer um de nós se esforce não pode dizer que a falta não existe.

Desculpa Tomás, só agora me apercebo que se não fossem os malandros dos árbitros, o Caicedo e o Angulo eram uma dupla de avançados com que qualquer treinador do mundo sonhava. O André Marques seria um Roberto Carlos em potência, o Pedro Silva um velocista como o Dani Alves ou Bosingwa e, provavelmente, hoje o Nalitzis ainda era uma máquina goleadora infernal. Claro que o Sporting tem muito que se queixar dos árbitros, claro que sim.

Tomás Pipa 25 de dezembro de 2009 às 03:20  

Estava a ser irónico. Se não fossem os malandros dos árbitros o Angulo,Caicedo, P.Silva e A.Marques não eram jogadores diferentes.

Mas certamente olharias para cima e verias Moutinho,Liedson,Carriço,Patrício,Adrien e Veloso.