Parabéns Campeões!


Final feliz para o grande Benfica de Jorge Jesus nesta Liga Sagres 2009/2010. 32º título conquistado perante a maior assistência do campeonato (64.103 espectadores) e depois de uma vitória 2-1 perante um Rio Ave há muito tranquilo na tabela classificativa.

O técnico amadorense fez alinhar para este jogo a equipa esperada, com César Peixoto, C. Martins e Airton nas posições, respectivamente, dos castigados Coentrão, Di María e Javi. Procurou Jesus privilegiar a circulação de bola e capacidade técnica de Martins, colocado no lado esquerdo do meio-campo, em detrimento da maior velocidade de Weldon. Do lado vila-condense, Carlos Brito apresentou uma equipa sem cautelas defensivas exageradas, deixando - e bem, para evitar polémicas - o novo reforço da águia, Fábio Faria, no banco.

Entrou o Benfica fortíssimo, determinado em resolver a questão do título o mais rapidamente possível. Os jogadores do Rio Ave sentiram de facto o ambiente dos primeiros minutos e não conseguiram manter a posse de bola mais do que uns segundos, uma pressão que culminou no golo oportuno do Tacuara. A Luz foi abaixo com a quase confirmação do tão sonhado título.

Continuaram os encarnados a pressionar, logo de seguida uma excelente iniciativa de David Luiz quase dá o segundo tento ao internacional paraguaio, e por volta dos 10' o Rio Ave vê-se reduzido a dez unidades por expulsão directa num disparate de Wires, tornando ainda mais difícil a missão dos visitantes. O Benfica optou então por jogar numa toada mais lenta (excessivamente), procurando encontrar soluções para ultrapassar o bloco cada vez mais baixo do Rio Ave. Foi durante a 1ª parte muito importante a acção de Saviola, de volta às boas exibições e a desequilibrar bastante com os habituais movimentos entre linhas.


Para além de umas perdidas claras (Carlos esteve também muito bem), achei que o Benfica exagerou também nas trocas de bola pela zona central, tabelinhas bonitas com o fim de entregar a bola de bandeja a Cardozo mas que poucas vezes resultaram. A fechar o 1º tempo, uma descoordenação entre o central (D.Luiz) e o lateral (Peixoto) que jogam pela esquerda deu origem a uma boa oportunidade para o Rio Ave, desperdiçada por Bruno Gama.

O início da 2ª parte foi marcado pelo golo do Nacional frente ao Sp. Braga, acentuando ainda mais a vantagem encarnada para o desfecho do campeonato. Não sei se influenciada por isso, ou também pela ansiedade sentida com a proximidade do título -como reconheceu Luisão -, a equipa jogou de forma desinspirada durante cerca de 20 minutos, controlando o jogo sem problemas mas sem a qualidade habitual na frente. Curiosamente, foi numa fase em que a equipa "acordava", depois da entrada de Maxi e do golo bem anulado a Saviola, que o Rio Ave marcou numa bola parada. Bola colocada pelo ex-benfiquista Sílvio entre Luisão e Quim e Ricardo Chaves a cabecear para o fundo das redes.


Reagiu o público, apesar do golpe, da melhor maneira, apoiando muito a equipa, que correspondeu com uma aceleração imediata do ritmo de jogo. Depois de cinco minutos em cima do adversário, chegou enfim o golo do título, assinado pelo homem certo: Óscar Cardozo, na hora H a não desperdiçar e a garantir o título de melhor marcador da Liga depois de uma grande luta com Falcao. Bonitas as palavras do paraguaio, dirigidas ao rival colombiano, no fim do jogo. Até final foi uma questão de gerir e esperar o apito final de Jorge Sousa.


Chegava assim ao fim do campeonato, conquistado de forma notável pelo Benfica, com a melhor performance de pontos de um campeão (84,4% dos pontos possíveis, batendo por uma décima o Porto de 2002/03) na última década. Mas este é um post sobre o último jogo - analisarei em breve a época do Benfica, com a minha visão sobre o plantel, perspectivas futuras, etc. -, pelo que deixo por agora os destaques da partida: os já referidos Cardozo e Saviola, Carlos Martins que fez uma primeira parte excelente, tanto a defender como a construir, e um Airton que é de facto uma óptima contratação e alternativa para o Javi - precisa de ganhar mais confiança apenas, a meu ver, no passe longo.


Depois foi festejar, com destaque para a loucura com o autocarro dos jogadores, inesquecível! Obrigado a todos por esta enorme alegria.





11 Passes de rotura:

Manú 11 de maio de 2010 às 22:58  

título indiscutível, com aquela classe que já esperávamos desde que nascemos veloso!

melhor marcador, jogador(es) com mais assistencias, melhor ataque, melhor defesa. parabens dos adversarios (pelo menos os que nao sao ridiculos como bastantes dirigentes portistas) e total reconhecimento de todo o Mundo.

quanto a mim os maiores obreiros disto foram luis filipe vieira, rui costa e jorge jesus que construíram uma equipa de nível mundial que para alem de ganhar inequivocamente quase todas as vezes, dá bastante espectaculo!
agora resta esperar que nada de inesperado ocorra e dê para manter este projecto no trilho.

abraço e saudações benfiquistas!

João S. Barreto 11 de maio de 2010 às 23:20  

Grande vitória e um grande dia na minha vida de Benfiquista! O meu muito obrigado a todos os que tiveram alguma responsabilidade neste título incrível.

Em relação ao último título não é só a qualidade exibicional que difere, tenho também a convicção que desta vez existe um planeamento mais acertado para as épocas futuras e só dificilmente esta dinamica de vitória vai ser travada.

portuguesesnoestrangeiro 12 de maio de 2010 às 00:03  

Á meia noite será divulgada a entrevista exlusiva do portuguesesnoestrangeiro com um jogador..

vem ver!

http://portuguesesnoestrangeiro.wordpress.com

Duarte 12 de maio de 2010 às 10:08  

"parabens dos adversarios (pelo menos os que nao sao ridiculos como bastantes dirigentes portistas)"

Querias o quê, um comunicado oficial no site do clube? Alguma vez esta direcçao do Benfica deu os parabéns ao Porto por um campeonato que fosse? É isso que é verdadeiramente irritante em vocês. Das raríssimas vezes que ganham acham que toda a gente se vos deve vergar, mas recusam-se a felicitar os vossos adversários quando sao eles a vencer.

Como já aqui escrevi, espero que Vieira fique no SLB durante muitos anos e bons. Já Rui Costa é me indiferente se fica ou sai, pelos vistos, e como Vieira já fez questao de deixar claro, ele manda lá tanto como os nossos sucessivos presidentes da República.

Pedro Veloso 12 de maio de 2010 às 10:13  

Já vi a entrevista portugueses no estrangeiro! Bom trabalho, é a primeira que fizeram?

Pedro Veloso 12 de maio de 2010 às 10:20  

Manú e João, concordo com tudo.

Duarte acho que cometes um erro em querer que o Vieira lá fique alguns anos mais, sobretudo agora porque no campo desportivo parece ter aprendido com alguns erros do passado. Mas estou à vontade porque sempre o apoiei, não virei agora como muitos só porque ganhou.

Não te preocupes tanto com a relação LFV-Rui Costa.

Manú 12 de maio de 2010 às 10:43  

duarte sempre ouvi os jogadores do benfica e o próprio presidente felicitarem o porto sempre que este foi melhor.
penso que ainda deves tar fora pelo que nao deves ter visto a entrevista do lfv ao miguel sousa tavares em que ele diz que a maior parte dos titulos do porto sao inequivocos porque tinham melhor equipas e bons treinadores (e a prova é que imitou isso e fez uma grande equipa para juntar a um optimo treinador), mas que não é por isso que aconteceram coisas obscuras contra as quais ele se quer e tem insurgido.

adiante, obvio que nao é um comunicado que quero, mas tal como luis aguiar, antonio salvador e até o proprio vandinho, entre outros, felicitaram a grande prestaçao do benfica acho que algumas pessoas ligadas ao porto podiam ter felicitado como fizeram os de braga.
é que tu gozas a perguntar se eu quero um comunicado, eu nao quero nada, mas repara que sempre que se fala do benfica deste ano a alguem do porto (hulk, PdC, poncio monteiro, domingos, etc) eles so falam dos tuneis e de coisas que ja nem eles sabem do que estao a falar porque nem se sabem onde enfiar perante tamanha superioridade este ano.

e nao me venhas dizer que foi porque se sentiram injustiçados (apesar de apenas se ter cumprido a lei) porque o vandinho tb foi castigado e n teve problema em felicitar a melhor equipa.

por exemplo, se perguntarem ao poncio se o benfica tem o melhor ataque e os melhores jogadores ele diz que temos é o controla da liga etc.
eu nao quero os parabens de ninguem de fora, chega-me deliciar-me com a epoca que acabou agora. foi mesmo muito boa e teve bastante mais mérito que muitos titulos do porto, mas so acho ridiculo a vossa falta de desportivismo (que quer queiras quer nao, ninguem mais a tem. o benfica felicita o porto quando este é superior e soube ver que esse superioridade se devia aos problemas eram internos e nao de arbitros etc e por isso tudo tem feito para estar ao nivel, como grandes investimentos por exemplo)

tem graça noutro dia teres comparado o nosso titulo ao do jesualdo em 06/07 que so foi ganho na ultima jornada.
repara que tanto o braga como o benfica fizeram mais pontos que o jesualdo em todos os campeonatos que ganhou a jogar com 30 equipas.
até fizemos melhor que o porto de mourinho ve la tu! deve doer um bocado mas este ano fomos mesmo demasiado acima da concorrencia, nao ha volta a dar por mais que queiram.
mas como disse fernando seara, eu estou euforico mas quanto baste.
sei que para ja isto nao passa duma época e nao é uma época que tira a hegemonia ao porto. é preciso continuar e enquanto eu n vir mostras que nada de estranho acontecerá para nao continuarmos assim nao estou completamente euforico.
mas a unica coisa que me chateia é que nestes ultimos 4 titulos o porto limitou-se a gerir contra equipas mais fracas que nem luta davam praticamente. claro que foram o melhores e estiveram tambem muito bem na europa nestes ultimos 4 anos, mas os titulos que ganharam foram nivelados por baixo (ainda assim melhores que o benfica em 04/05), enquanto que este do benfica foi de grande nivel.

sem ironias eu ate percebo a vossa atitude, o porto faz isto para se fechar e ganhar forças internamente.
nao darem os parabens e inventarem desculpas na minha opiniao nao quer dizer que estejam a desculpar o que fizeram de mal este ano com razoes externas. isso é conversa para boi dormir, porque eu sei que sabem que este ano estiveram mal (praticamente ao mesmo nivel que nos outros anos do jesualdo) mas que houve 2 equipas bem melhores. nao tenho duvidas da força com que o porto vai aparecer para o ano!
so espero que o benfica consiga manter a toada e o sporting se reforce aserio para entrar nesta luta.
e já agora que isto do braga nao tenha sido passageiro!

Anónimo 12 de maio de 2010 às 18:17  
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Duarte 12 de maio de 2010 às 18:59  

Meu caro Manú, essa do Benfica ter dado sempre os parabéns ao Porto é para rir às gargalhadas, muito mais sendo a actual direcçao do teu clube constituída por quem é. Isso nunca aconteceu. Nao aconteceu com Mourinho e nao aconteceu com Jesualdo. De facto nao vi a entrevista de Vieira ao MST - pelo que soube ficou bem aquém da de Pinto da Costa em termos de audiências -, mas custam-me a acreditar que um homem que se tornou célebre por, nos últimos anos, desviar os erros crassos que cometia com casos extra futebol venha agora dizer uma coisa dessas, mesmo sem querer duvidar de ti.

Deixa-me saudar de qualquer modo as tuas palavras. Acho muito bem, sem ironias, que penses assim. Eu também nao quero - nem sequer me faz mais feliz- que o Benfica dê os parabéns ao Porto quando este é campeao, mas o que é facto é que isso nao acontece e, portanto, depois nao podem atirar pedras. Que tu tenhas desportivismo é uma coisa, que vejas o teu clube como o rei do fair play, acusando o meu de ser aquele que menos tem, é outra. É como a história da violência nos estádios. Já fizeram trinta por uma linha, mesmo este ano montaram um inferno no jogo da primeira volta e depois ficam escandalizados com o que aconteceu no último jogo, apesar de terem tido uma segurança sem precedentes que teria feito também muita falta à equipa e aos adeptos do Porto quando se deslocaram à Luz em Dezembro.

A comparaçao que fiz deste Benfica com o primeiro ano do Porto de Jesualdo também foi só para vos irritar um bocadinho:) De qualquer modo nao é correcto dizeres que, por exemplo, esse campeonato foi nivelado por baixo. O Sporting esteve incomparavelmente mais forte do que esta época, em que bateu no fundo, e mesmo aquele Benfica de Fernando Santos conseguiu uma grande sequência de jogos sem perder, creio até que maior do que a deste. O Porto nos últimos anos esteve muito forte, prova disso foram as boas campanhas na Europa, os dois de Lisboa estiveram, quase sempre, muito fracos. Assim é uma análise mais rigorosa.

As estatísticas podem dizer que o SLB desta época conseguiu ser superior ao FCP do Mourinho, mas já nao o foi em relaçao ao de Bobby Robson em 94/95. No entanto, e apesar de toda a saudade que sir Bobby e a sua equipa ainda hoje deixam nas Antas, todos os portistas preferem o Porto de Mourinho, como perceberás. Aquela equipa até pode ter perdido mais pontos no campeonato mas triunfou de um modo inequívoco na Europa, tendo chegado a finais e, mais importante, ganhando essas mesmas finais. Podes dizer o que quiseres, mas eu tenho a certeza que o FCP no tempo de Mourinho nunca teria apanhado 4 em Liverpool e, muito menos, o Special One teria levado o banho tático que o Jesus levou do Benítez.

Claro que nao foram apenas os prejuízos da arbitragem e da CD da Liga que originaram esta má época. O Porto cometeu erros próprios, erros fatais que fizeram com que perdesse o campeonato. O primeiro dos quais foi ter confiado que a concorrência, nomeadamente o Benfica, estaria igual ou mais fraca. Ao invés, o Porto nao só nao manteve o nível do ano passado, como ainda piorou.

Duarte 12 de maio de 2010 às 19:05  

E por falar em fair play, pacifismo e assim convido todos a deitarem uma olhada nisto:
http://www.youtube.com/watch?v=WMC4-CprFQs&feature=player_embedded#!

http://www.youtube.com/watch?v=DHRNzNDRNQg&feature=player_embedded

Depois não querem ficar conhecidos como arruaceiros. Eu sei que a maioria não pensa assim provavelmente, mas a darem visibilidade a bestas destas torna-se complicado que não vos conotem como tal. Outra coisa, as casas do FCP de Coimbra e de Viana do Castelo foram, ao que me disseram, vandalizadas.

Manú 13 de maio de 2010 às 01:01  

duarte concordo que o porto do mourinho foi melhor na europa que o benfica, isso é inegável.
mas deixa-me que te diga que se deve dobrar a língua e e ter cuidado quando se fala de mourinho em relação a benitez.
rafa deve ser uma das maiores "espinhas entaladas na garganta" de mourinho, sempre se mostrou a um nivel de igualdade notorio nos confrontos entre ambos.
o que nao quer obviamente dizer que mourinho nao tenha vantagem sobre ele no confronto directo e nem levava 4 obviamente parece-me.
mas fica a nota, porque benitez é um dos maiores carrascos de mourinho.