Ruben "O Maestro"

O FC Porto deslocou-se à Madeira para defrontar o Nacional.
Um jogo que, à partida, era dificil, começou, aos poucos, a ficar fácil.
Os azuis e brancos, hoje de laranja, devolveram à Choupana Ruben Micael, mas só por 90 minutos e o madeirense não quis deixar os seus créditos por mãos alheias e decidiu ser ele a orquestrar o futebol portista.
Começamos então a análise propriamente dita.
O FC Porto entrou algo escorregadio no jogo, coisa que enerva a quem está no sofá, não havia jogador que não escorregasse. Custa muito usar o material desportivo adequado ao terreno onde se vai desenrolar o jogo?
Cristian Rodriguez, que pouco durou, entra na área e desvia a bola do guarda redes e este vem a deslizar e embate contra as pernas do uruguaio, lance duvidoso, mas que poucos comentários mereceu, talvez tenha sido um lance normal. Não sei. E o jogo do 10 portista foi pouco mais que isto, pois a lesão veio cedo e viu-se obrigado a ser substituido por Marino Gonzalez. Para desgraça de todos os que torcem pelo FC Porto. Não há palavras para descrever o 11 portista. Para além de perder quanta bola tem nos pés, ainda conseguiu vir de trás de um jogador do Nacional para o pontapear (lance parecido com o do Cardozo, no Benfica-Maritimo), isto depois de uma manobra sobre a bola que só está ao alcance de alguns. Para mim podia, devia e eu agradecia que ele tivesse sido expulso.
Adiante.
O FC Porto ia dominando o jogo, com remates fracos, mas mostrava alguma da qualidade desaparecida há muito tempo.
A determinada altura Fucile, com a bola controlada, decide entrar na área de Helton e ao sofrer pressão de Edgar acaba por agarrá-lo. Não se entende a atitude do defesa direito portista. Se o árbitro tem assinalado grande penalidade só teria feito bem.
De seguida, aos 28 minutos, há uma confusão na área e Alvaro Pereira consegue levantar e quando se prepara para passar pelo defesa do Nacional é tocado no seu pé direito. Penalty e segundo amarelo para o estreante central. Varela não perdoa e faz o 0-1.
Na hora foi penalty claro para todos os comentadores e depois do intervalo já só era penalty o do Fucile. Permitem-me que discorde. Sinceramente.
A partir daqui, com o 0-1 e com mais um jogador, o FC Porto começou a tomar conta do jogo e começou a passear-se com o perfume de Ruben Micael.
Classe, simplicidade, visão de jogo, passes perfeitos, tacticamente evoluído, organização de jogo e qualidade na hora de rematar são algumas das caracteristicas do 28 que hoje vestia de laranja. Só lhe faltou mesmo o golo.
Ruben, deu ao jogo a velocidade que quis e poucas foram as bolas que não saíram "redondas" dos seus pés. Foi ele que fez com que o FC Porto fosse muito mais do que tem sido até aqui. Jogou até as suas pernas pararem. só lhe faltou o golo.
Varela voltou a ser o Varela que nos tinha habituado e Falcao já mostrou que não perdoa e balançou as redes duas vezes, tal como o extremo. Grande jogo dos da frente, sem contar com Mariano, claro.
Belluschi também se mostrou outro, parece que Ruben Micael também lhe fez bem a ele.
Queria só chamar a vossa atenção para a agressão de Nuno Pinto a Fucile, que lhe deu um pontapé nas partes intimas e o árbitro vê e dá-lhe um amarelo. Mais valia não dar nada.
Mais, é de realçar que Ruben Micael tinha alguns inimigos no balneário, ou então amigos invejosos, pois foi mal tratado em alguns lances. Ele não gostou, mas a vida é mesmo assim.
Em suma, pode-se afirmar que este foi um resultado importante em todos os aspectos e logo numa jornada como esta. Parece que o futebol dos dragões tem agora um maestro que pode fazer esquecer/lembrar Lucho Gonzalez, o que era de importância extrema.
Este foi um jogo onde se ganhou muito mais do que três pontos. Acredito eu.
Cumprimentos azuis e brancos.

54 Passes de rotura:

Bruno_Mega 30 de janeiro de 2010 às 21:07  

Um jogo k acabou cedo... assim quis o homem do apito...
Se tivesse sido o Benfica era mais um excândalo nacional... e vergonhoso... e estavam fartos... etc etc...

Faço minha as palavras do regressado treinador:

«O sentimento que sinto, para além de tristeza, é de impotência e alguma raiva. Fizemos dois jogos com o FC Porto esta época e enquanto estivemos com onze jogadores conseguimos manter o equilíbrio e o resultado a zero, mas sempre houve penalties e expulsões, permitindo até ao FC Porto resultados dilatados. A arbitragem em Portugal, em abstracto, não é cristã: ou esqueceu os princípios ou não foi à catequese. Esquece-se que deve tratar de igual por igual o grande e o pequeno. Há um penalty nítido sobre o Edgar, há um pontapé do Falcao no pé do Alex que é penalty e é expulsão. Há o primeiro amarelo para o Alex numa entrada por trás, enquanto o Fernando faz quatro ou cinco faltas consecutivas e nem sequer é penalizado. Tanto é que o jesualdo teve de o substituir...
Quando há critérios tão desiguais como ao que assistimos, a tanger a imoralidade, o sentimento que sinto, para além de tristeza, é de impotência e alguma raiva...."

Tudo está bem quando acaba bem...

Abraço a todos

Bruno_Mega 30 de janeiro de 2010 às 21:12  

Só mais uma coisa.
Se o penalti que dá o 1-0 e a expulsão fosse sobre o Aimar... uiiiii... nem quero imaginar...

Manú 30 de janeiro de 2010 às 21:19  

duarte ou cristiano, exigo um post a pedir penalizaçao ao alvaro pereira!

Manú 30 de janeiro de 2010 às 21:24  

em relaçao ao jogo tambem gostei muito do ruben. parecia que ja la esta ha muito tempo tal era o entendimento e comando do jogo.
alvaro pereira excelente tambem com duas assistencias e umas quantas arrancadas.
falcao para variar marator e varela ainda me deixa duvidas se é jogador para o porto do costume ou para um porto mais fraco em relaçao aos outros anos.

Manú 30 de janeiro de 2010 às 21:25  

falcao matador queria eu dizer

Andre 30 de janeiro de 2010 às 21:36  

Penalti por assinalar logo no inicio contra o FCP, por falta de Fucile sobre Edgar.

E logo depois, simulação de Alvaro que dá penalti e expulsão.

É o apito encarnado.

Paulo 30 de janeiro de 2010 às 21:39  

fcp demonstrou que tem uma equipa capaz de ganhar este campeonato. Se o Jesualdo tiver coragem que encoste o Meireles à boxe, mas não acredito que o faça. Quando ao penalty sobre o edgar, é penalty, tal como o outro tambem é, tal como o pontapé do Javi Garcia, que era expulsão, penalty 2-1 para o guimarães antes do intervalo, e ainda se queixam estas almas das arbitragens. agora vejo os benfiquistas a gostarem muito do Manuel Machado, é o que dá não ser como o Jokanovic kd foi ROUBADO na luz para a taça da liga.

Andre 30 de janeiro de 2010 às 22:24  

Paulo, o Javi era expulso mas não era penalti nenhum.
O jogo estava parado.

LMC 30 de janeiro de 2010 às 22:27  

São os dois lances penalty.
Álvaro Pereira muito bom, gostei de ver.Falcao o costume, e o Ruben Micael ( que falta fazia um jogador assim no SCP) é como o Manu diz, parece que joga no FCP há anos.
Atenção a este Porto, que pode embalar com esta importante vitória.

Andre 30 de janeiro de 2010 às 22:36  

Manuel Machado entende que, "no mínimo, deve-se tratar com critério de igualdade o clube grande e o clube pequeno". E enumera algumas situações em que, no seu entender, o Nacional foi prejudicado. "Existe um penálti claro sobre o Edgar, há um pontapé de Falcão, que seria segundo cartão amarelo. o Fernando fez quatro ou cinco faltas consecutivas e nunca foi penalizado... Quando há critérios desiguais, o sentimento, além de tristeza, é de impotência e de alguma raiva".

luis andrade 30 de janeiro de 2010 às 23:05  

o bruno mega agora ja gosta do manuel machado!!!!! lololol ele e os lampiões todos!!!! no maritimo tb houve mt coisa e ninguem se queixou apenas contaram os 5-0 e agora custa-vos os 4-0???! O porto acabou com 41 ataques contra 7 do nacional...chega-vos????!!!

Andre 31 de janeiro de 2010 às 00:58  

O Javi Garcia,para cometer aquela agressão...é porque foi vitima de provocações...uma cilada bem preparada, uma armadilha estudada ao pormenor pelo Vitória...

Pedro Veloso 31 de janeiro de 2010 às 05:16  

Caro Luís Andrade vamos lá ser objectivos: o que é que houve no Benfica-Marítimo? Um penalty do Maxi mas um penalty também não marcado sobre o Aimar. De resto chegámos a uma vantagem folgada por mérito próprio e erros dos jogadores do Marítimo, mas sem ajudas. Hoje o Porto na primeira meia hora foi beneficiado em lances capitais e isso fez o jogo pender para o seu lado. Não compares o incomparável para disfarçar...o que não invalida que o Porto estivesse já na altura a jogar bem (com um jogo equilibrado), e que depois da expulsão do Alex Bruno tenha aproveitado muito bem a superioridade numérica (eu sei que era o seu dever mas nem sempre se joga bem contra dez).

Não é para dizer mal, até estou à vontade porque gosto muito do Ruben, mas não acho que tenha jogado tanto assim. Falcao e Álvaro muito bem.

Manú 31 de janeiro de 2010 às 08:20  

bem sei que nao é aqui que devia fazer este comentario e ja discutirei este assunto quando o post sobre o benfica sair, mas queria chamar a atençao que o aimar voltou a estar melhor e o futebol do benfica subiu outra vez verdadeiramente de qualidade. nem falo do golo, que para isso ele nao faz falta. falo das arrancadas e jogadas de perigo que ele cria. da velocidade e imprevisibilidade que mais uma vez trouxe ao nosso futebol.
so nao ve quem nao quer (ou quem nao ve os jogos e comenta sobre isso). dizer que jogar com ou sem aimar é igual é criminoso!

Anónimo 31 de janeiro de 2010 às 12:58  

O Javi foi provocado...coitadinhoooo!! E o Hulk e o Sapunaru??????!!!! Vocês estão doentes, só pode!!! Fodass!!!

Luis Andrade 31 de janeiro de 2010 às 13:00  

AFINAL O PREJUDICA ATÉ FOI O PORTO!!! ORA LEIAM:
Momento mais complicado

28'

É bem assinalada a grande penalidade, por falta de Alex Bruno sobre Álvaro Pereira?


Jorge Coroado

-

Diga-se que a grande penalidade foi mal assinalada, mas compreende-se que, no terreno, o árbitro tenha efectuado uma leitura diferente. O cartão amarelo consequente foi igualmente despropositado, mesmo que tivesse existido falta.


Rosa Santos

-

No campo, dá a sensação de que é pénalti, mas, visto várias vezes, fica-se com ideia de que há outros lances em que há razões para assinalar mais depressa grande penalidade. Erro do árbitro, que também pecou ao mostrar o segundo amarelo ao alegado

infractor.


António Rola

-

Não. Álvaro Pereira é que provoca o contacto com o adversário. Logo não havia razão para ser assinalada grande penalidade. O árbitro cometeu, neste lance, dois erros que terão influenciado o resultado: a grande penalidade é inexistente e o jogador em causa, Alex Bruno, foi expulso indevidamente.


Outros casos

4'

Fora-de-jogo assinalado a Varela. Decisão correcta?


8'

Há penálti numa discussão de bola entre Fucile e Edgar Silva na área do FC Porto?


23'

Felipe Lopes faz falta passível de grande penalidade sobre Belluschi?


52'

Bem mostrado o cartão amarelo a Nuno Pinto após disputa de bola com Fucile?


Jorge Coroado


+

Sim. Varela estava adiantado no momento em que a bola lhe foi endossada.


-

Não assinalou o primeiro agarrão de Edgar a Fucile, depois não teve coragem para assinalar a grande penalidade cometida por Fucile.


-

Felipe Lopes saltou sobre as costas de Belluschi, fazendo falta para grande penalidade que passou ao largo da apreciação do árbitro.


-

Nuno Pinto, com o pé esquerdo, pontapeou para trás, atingindo Fucile. Impunha-se o cartão vermelho, notando-se manifesta falta de autoridade.


Rosa Santos


+

Está em fora-de-jogo. Boa indicação do árbitro assistente ao seu chefe de equipa.


+

Não, senhor. O árbitro deveria ter interrompido logo o lance, quando Edgar Silva faz falta. Como não marcou, não ia assinalar o agarrão. Decisão acertada.


-

Sim. Ficou uma grande penalidade por assinalar. A entrada sobre o jogador do FC Porto é passível de castigo máximo. Mais um erro grave do árbitro.


-

A entrada de Nuno Pinto justificava o cartão vermelho e não a exibição do amarelo.


António Rola


+

Sim. Varela, no momento do passe do seu companheiro, estava em posição irregular. Decisão acertada do árbitro assistente.


-

O que pudemos observar neste lance é que Fucile, com o braço direito, agarra e puxa a camisola do adversário. Grande penalidade que ficou por sancionar contra o FC Porto.


+

Não. O jogador do Nacional eleva-se para jogar a bola com o adversário e dá-se um contacto normal, sem que haja razão para qualquer infracção.


-

Não. Fucile faz falta sobre Nuno Pinto, e este dá um pontapé para trás atingindo o adversário. Em vez do cartão amarelo, deveria ter sido exibido o vermelho.

Cristiano Moreira 31 de janeiro de 2010 às 13:04  

Então hoje leio os jornais e não é que ficou um penalty por marcar a favor do Guimarães quando estava 1-1 e o Javi Garcia (p/ não variar) tinha que ser expulso?!
E não é que no lance do Fucile com o Edgar, há uma falta de Edgar que deveria ter sido assinalada antes do agarrão do Fucile?!
E não é que o Belluschi sofre uma grande penalidade clara?!
E não é que o Fucile foi agredido?!
Pronto, fiquem com a simulação do Alvaro e desculpem o (C)AIMAR!!
Em suma, o FC Porto foi beneficiado e o Benfica prejudicado. Como sempre.

Tomás Pipa 31 de janeiro de 2010 às 13:27  

Cardozo 20
Falcao 17

Cristiano Moreira 31 de janeiro de 2010 às 13:46  

Acabo de ver o telejornal da RTP1 e só agora vi a entrada assassina do Javi Garcia. Que categoria!
O Sr. André, de quem já muito me ri, diz que ele foi provocado e eu digo que ele fez o que costuma. Os do FC Porto são uns animais, este é provocado. Trate-se senhor. Aguardo um sumarissimo para este reincidente. O penalty, esse ficou por marcar e lá morre assim.
Sabem outra coisa que disseram no telejornal da RTP1?! Ouvia-se assim, em relação ao lance do penalty sobre o Alvaro Pereira: "quanto a nós, decisão acertada do árbitro, é penalty". Que cegos, estes senhores da televisão, não são?!
Eu a dizer isso entende-se porque não percebo nada disto, agora jornalistas desportivos?! Tão mal vai este país.

Cristiano Moreira 31 de janeiro de 2010 às 13:50  

Pedro Veloso, disseste que "Não é para dizer mal, até estou à vontade porque gosto muito do Ruben, mas não acho que tenha jogado tanto assim." e eu partilho contigo o que disseram os entendidos:
"A ESTRELA
Rúben Micael 8
Há um novo craque "argentino"

Não engana: tem classe, acrescenta dinâmica e demonstra enorme capacidade para simplificar os processos de jogo. Trouxe maior clarividência ao FC Porto e uma qualidade que parecia andar distante daquelas zonas do terreno desde a partida de Lucho. Deu início ao lance do segundo golo com uma excelente jogada e isolou Varela para o quarto; "pormenores" numa exibição de grande nível e que até merece a pergunta retórica: será que alguém se lembrou de Raul Meireles no jogo de ontem? No final, Rúben Micael abandonou o relvado uns minutos mais cedo, completamente esgotado, e ouviu a ovação dos mais de três mil adeptos que estiveram na Choupana; portistas e nacionalistas uniram-se, por uma vez, para aplaudir o "argentino"."
__________
Afinal não me enganei a escolher o "maestro" do meu post.

Bruno_Mega 31 de janeiro de 2010 às 15:16  

Ficou de facto uma expulsão clara para o Javi Garcia. E deveria haver punição por sumarissimo sem dúvida nenhuma porque que o arbitro não viu!
Digo isto com 100% de sinceridade!

Mas apenas acrescento que não viu o arbitro, nem viu ninguém!!! Era impossível! Mesmo durante 10 min a própria Sporttv também não viu... Esse lance apenas foi dado durante o intervalo depois de uma pesquisa clínica nas câmaras disponíveis...

Já se seria penalti tenho mais dúvidas porque tenho ideia que a bola estava parada. Como referi apenas me mostraram o lance não a jogada...

Quanto ao Porto... foi prejudicado como sempre...
Mas um penalti quando está 0-0 e ainda por cima que origina expulsão algum dia é o momento do jogo??
O importante foi a agressão ao fucile quando estava 3-0...

Ridículo...

Se fosse o Aimar... meu deus... o que seria dito...

Bruno_Mega 31 de janeiro de 2010 às 15:25  

Só mais uma coisa:

"A determinada altura Fucile, com a bola controlada, decide entrar na área de Helton e ao sofrer pressão de Edgar acaba por agarrá-lo. Não se entende a atitude do defesa direito portista. Se o árbitro tem assinalado grande penalidade só teria feito bem."

Tinha ideia que tinhas convicções mais fortes.
Afinal basta a opinião do António Rola (esse gigante da arbitragem) para mudares de ideias... lol.

Pedro Veloso 31 de janeiro de 2010 às 15:43  

Cristiano estamos aqui para ter ideias próprias e não me interessa minimamente o que dizem os senhores da TV. Olha modéstia à parte não acho que perceba - e tu também - menos de futebol do que os comentadores da RTP, bem pelo contrário. Os do Jogo são bem melhores mas o que os "entendidos" dizem não me interessa, posso achar que o Rúben não jogou tanto assim não posso? Sempre disse que é um grande jogador e bom reforço para o Porto, mas acho que se notou ontem tanto não porque tenha jogado muito mas porque de facto o vosso meio-campo antes de ele chegar estava miserável. Daí o contraste.

E como escreveram acima, não mudes de opinião só porque vem no jornal.

LMC 31 de janeiro de 2010 às 15:46  

Eu acho que é penalty.
O AP foi inteligente no lance, foi bem jogado da sua parte. Se fosse no meio campo toda a gente concordava que era falta.

Em relação ao jogo do SLB,estou bastante crítico!Que venha o post...

Andre 31 de janeiro de 2010 às 15:57  

Cristiano, o meu comentário foi apenas uma ironia à forma como voces tentam defender o Hulk e Sapunaru.

Cristiano, vai ver também o penalti não assinalado por mão na bola de um jogador do Guimarães muito antes do lance do Javi.

Veja também as faltas para vermelho directo dos jogadores do Guimarães ainda na primeira parte.

Mas eu a ti conheço-te bem, és um portista cego e faccioso de Constantim - Vila Real. Sempre o foste, não é agora que vais mudar.

Anónimo 31 de janeiro de 2010 às 16:37  

Bruno Mega será que a parte que Manuel Machado manda a "boca" para Jorge Jesus te falhou??? Devias estar distraído quando ele fez esse comentário, não???
Eu admito que o Porto foi beneficiado!!!! Sabes o jogo de ontem fez me lembrar o jogo da outra semana também na Madeira em que o Benfica passou com tanta facilidade!!
Também não percebo porque não copias-te as declarações do guarda redes do Marítimo? Não interessava???
Já agora aquele lance do Javi Garcia é legal? Bem, sendo esse jogador (entre outros do Benfica) tudo é normal!!! A vossa máxima de "20 anos" irá este ano aumentar para 21 ou quantos anos voçês queiram dar mas "Quem não quer ser lobo não lhe veste a pele"! E este ano voçês estão a ser LOBOS em todos os aspectos que não vale a pena referi-los dado que voçês nunca admitem nada e omite-se tanta coisa pelo vosso clube!!
O Benfica é mesmo grande...

Andre 31 de janeiro de 2010 às 17:02  

A agressão do Javi ao pé das do Bruno Alves, é para meninos.

Bruno_Mega 31 de janeiro de 2010 às 20:10  

Ouve lá ó "anónimo"! Qual foi a parte das minhas declarações em cima que não percebeste??

"Ficou de facto uma expulsão clara para o Javi Garcia. E deveria haver punição por sumarissimo sem dúvida nenhuma porque que o arbitro não viu!
Digo isto com 100% de sinceridade!"

Quant ao resto... não me vou repetir...

Cristiano Moreira 31 de janeiro de 2010 às 22:43  

"Quanto ao Porto... foi prejudicado como sempre...
Mas um penalti quando está 0-0 e ainda por cima que origina expulsão algum dia é o momento do jogo??
O importante foi a agressão ao fucile quando estava 3-0..."
Tu achas que não foi penalty, mas os jornalistas da RTP, por exemplo, acham que o árbitro esteve bem. E esta hein?! Serei eu o louco? Prevalece o que tu dizes, correcto?
"Já se seria penalti tenho mais dúvidas porque tenho ideia que a bola estava parada." Adorei esta, foi do melhor que já escreveu por aqui. Penalty? Naaaaa!! Muito bom! Se fosse o Bruno Alves...ui ui ui!!
"Afinal basta a opinião do António Rola (esse gigante da arbitragem) para mudares de ideias... lol." Vai ao meu blog e lê os teus coments e depois vens aqui e dizes quantas vezes te baseaste na opinião do António Rola (vermelha). Faz lá isso, sff.
"Mas eu a ti conheço-te bem, és um portista cego e faccioso de Constantim - Vila Real. Sempre o foste, não é agora que vais mudar." André tu conheces bem a tua familia, a mim não me conheces de lado nenhum. Nem te admito tal conversa, ok?

Andre 31 de janeiro de 2010 às 23:36  

Lixaram-se!

Rui Costa, o suposto terror dos tuneis (do ponto de vista dos porkos), não só está sempre calmo e relativamente afastado, como parece tentar acalmar tudo e todos!

Os seguranças parece que só fazem o seu trabalho!

Vê-se que os jogadores do FCPorto é que estão exaltados!

Vê-se que alguém do FCPorto chama os jogadores do FCPorto irem fazer confusão!

Vê-se o Hulk e o Helton a voltarem atrás e a ficarem no tunel em vez de irem para o balneário!


Vê-se as agressões dos jogadores do FCPorto!

NÃO SE VÊ nenhuma provocação por parte dos seguranças ou de elementos do Benfica!

A VERDADE é como o azeite em água, vem sempre ao de cima!!!

Andre 1 de fevereiro de 2010 às 00:22  

O Gomes ameaçou sair e o Kléber já não vem. EPIC FAIL

Bruno_Mega 1 de fevereiro de 2010 às 00:58  

Cris, para terminar que esta conversa é fixe mas também se torna repetitiva... lol.
Só acrescento que já vi melhor as imagens e de facto a bola estava em movimento e ficou penalti por assinalar além da expulsão.
Permite-me no entanto repetir que nem viu o arbitro esse lance nem viu ninguém durante 10 min. Esse lance apareceu no intervalo apenas, depois de pesquisa exaustiva (lol) por isso acho que se pode dar o benifício da dúvida...
Mas já disse e repito, o Javi DEVE ser suspenso!

Quanto ao lance do Alvaro Pereira, não é por haver um suposto jornalista da RTP que diz que é penalti que eu vou mudar a minha opinião... Quantas queres contrárias?? Se leres (por exemplo) as opiniões dos 3 gigantes do tribunal do jogo (sinceramente são mt fracos eles, mesmo quando estão do meu lado) todos dizem que não é.

Grande abraço.

Andre 1 de fevereiro de 2010 às 02:34  

http://i45.tinypic.com/vf8t9k.jpg

Duarte 1 de fevereiro de 2010 às 11:42  

O lance do Álvaro Pereira é pelo menos discutível. Ninguém pode dizer com toda a propriedade que ele não é tocado. A mim parece-me claramente que há um toque. O que se pode alegar é que esse toque não é suficiente para que ele se desiquelibre e caia, mas isso também é quase impossível de saber. Nestas condições qualquer comparação com as quedas do Aimar, em que este nem sequer é tocado, são infelizes e despropositadas.

Fico igualmente feliz por saber que o Manuel Machado voltou a cair no goto dos benfiquistas. Depois da chuva de críticas que mereceu da parte de todos os adeptos encarnados, principalmente do Nuno Luz, parece que agora com aquele discurso inflamado da flash interview passou a ser um herói. Digo que fico feliz porque o Manuel Machado tem feito quase sempre bons trabalhos pelos clubes por onde tem passado, não mereceu ouvir muitas das críticas que ouviu por ousar enfrentar verbalmente "A Instituição" e porque, depois de tanto tempo ausente por razões de saúde, voltou novamente ao banco de suplentes.

Agora vamos ao folclore do costume.
André, parece que quem se lixou foram vocês. Fucile, Rodriguez e Helton nada fizeram, ou pelo menos as imagens do túnel não o comprovam, talvez porque o realizador desta vez não tenha apanhado bem os planos, ao contrário do que se sucedeu na época passada.

Claro que o Rui Costa estava calmo, tranquilo e afastado da confusão. Ele já sabia o que ia acontecer e além disso o Benfica tinha ganho o jogo e Lucílio Baptista, como de costume, cumpriu o seu papel com distinção, pelo que já não havia razões para que ele exibisse o seu péssimo desportivismo.

Quanto aos seguranças, meu caro, os seguranças claro que "só" fizeram o seu trabalho, só que eles não podiam estar ali. A presença de elementos da segurança é expressamente proibida no interior dos túneis, além de que é desenecessária. Se lá estavam foi porque alguém os mandou e com uma missão muito específica, mas não desesperem, quando vierem ao Dragão doravante, também terão o túnel por vossa conta e pago para ver o que não será a reacção de pessoas como o Rui Costa, o David Luiz, o Javi Garcia, ou o Cardozo, quando alvo de provocações e insultos. Embora saiba que mesmo assim, nenhum deles terá um castigo parecido com aqueles que os jogadores do Porto vão ter e muito menos será preciso esperar tanto tempo para que seja conhecido o veredicto da CD da Liga.

Eu não vi as imagens que a SIC divulgou, confesso. Tu dizes que não se vê nenhum tipo de provocações por parte dos seguranças, nem podia ver porque foram provocações verbais. Já o jornal oficioso do SLB, o Record, afirma peremptoriamente que os dragões reagiram às provocações efecutadas pelos seguranças.

Claro que isto não serve para desculpar as agressões efectuadas pelo Hulk e pelo Sapunaru. Eu percebo que depois de um jogo arbitrado pelo Lucílio Baptista seja difícil manter a cabeça fria e, para além disto, chegar-se ao túnel de acesso aos balneários e ainda ouvir os insultos de uns labregos quaisquer é de ficar pior que estragado. Só que, mesmo assim, os jogadores do Porto são profissionais bem pagos e habituados a jogar nos mais diversos ambientes, pelo que deveriam ter-se mantido à margem de qualquer polémica.

Tudo isto não é também mais do que o resultado da má preparação psicológica que foi feita durante aquela semana. Vitor Pereira nomeou Lucílio Baptista para arbitrar um jogo daqueles. Uma nomeação que só poderia ter o Benfica como principal interessado e beneficiado, como se confirmou. Praticamente ninguém do Porto falou sobre esta situação. O FCP foi jogar um jogo ao Estádio da Luz contra um clube que tem de ser campeão este ano, nem que seja por decreto, que tem Rui Costa como director desportivo e, principalmente, Luís Filipe Vieira como presidente. Era de esperar que coisas deste género pudessem acontecer e, como tal, os jogadores deveriam estar avisados.

Duarte 1 de fevereiro de 2010 às 11:44  

Voltando à actualidade. O Javi é um aprendiz ao pé do Bruno Alves. Claro, é ele, é o David Luiz, é o Luisão e é o Maxi Pereira. Pelos vistos o Bruno está a fazer escola no Benfica, já que tem diversos discipulos ali. É óbvio que o árbitro não quis expulsar o Javi. Um jogo no Estádio da Luz que na altura estava empatado 1-1, se o Elmano tinha a brilhante ideia, não só de marcar penalty, como de expulsar o espanhol do Benfica era trocidado, além disso ele já sabia que o túnel estava à espera dele. Não o censuro, afinal o homem tem de manter o emprego e a integridade física.

Duarte 1 de fevereiro de 2010 às 11:58  

Agora o jogo jogado, que continua a ser o mais importante.

O Porto venceu, numa vitória que não merece discussão. Não vi o jogo pelos motivos que quase todos já conhecem, só ouvi. O Ruben está a demonstrar ser realmente reforço e outra coisa também não seria de esperar. Não faço a menor ideia se fez um jogão se esteve apenas em bom plano, como diz o Pedro. De qualquer modo tive a oportunidade de ver as repetições dos golos e aquele último do Varela é precedido de um passe de morte do número 28 do FC Porto. Acredito, como diz o Cristiano, que a sua chegada tenha valido não só pelo valor individual em si como também tenha ajudado a que outros elementos possam agora também render mais.

João S. Barreto 1 de fevereiro de 2010 às 12:11  

Duarte é incrivel como fazes três comments onde falas sobre todos os temas da semana practicamente e parece que não viste nada daquilo sobre o que falas... Dou-te toda a legitimidade do mundo para falares sobre tuneis, dirigentes, arbitros e seguranças, mas ao menos tenta ver as coisas para saberes sobre o que é que estás a falar, senão estás só a atirar barro à parede e a tua opinião que respeito e valorizo torna-se menos credível.

Não duvido de ti quando dizes que não podem estar seguranças no túnel apesar de eles se encontrarem em todos os tuneis, mas nunca ouvi isto ser mencionado na TV nem nos jornais. Onde foste buscar essa informação? É só mesmo por curiosidade, como disse, acredito em ti quando dizes que eles não podem lá estar. Mais grave do que a agressão a seguranças é o facto de me parecer que um elemento policial também é alvo de uma tentativa de agressão por parte de um jogador do FCP.

Duarte 1 de fevereiro de 2010 às 12:17  

*O que se pode alegar é que esse toque não é suficiente para que ele se desiquilibre e caia.

Isto de estar sempre a escrever em espanhol faz com que já tenha dificuldade a escrever em português:)

Pedro Veloso 1 de fevereiro de 2010 às 12:29  

Duarte por amor de Deus tu escreves-me estas coisas e depois dizes que...não viste as imagens??? Então vê!! É como o João diz, gostamos muito de debater mas isto não é para se chegar aqui e atirar o barro à parede à parva! E é muito triste o que dizes do Rui Costa, dantes achavam que ele tinha provocado, agora como no vídeo o que se vê é o contrário, ele muito calmo e a tentar ajudar a apaziguar tudo...é porque já tinha encomendado tudo e por isso estava tranquilo. Porra isto é ridículo! O que é que queres inventar mais? Já agora vai lá ver se aqueles rapazes uruguaios não fizeram mesmo nada. E depois desculpas tudo porque estavam com a cabeça quente depois da arbitragem...de facto o Porto foi roubadíssimo. Continua a acreditar nisso que fazes bem.

Anónimo 1 de fevereiro de 2010 às 13:55  

lol nao ves as imagens e ainda comentas

Cristiano Moreira 1 de fevereiro de 2010 às 15:27  

No meio desta história do túnel era bom saber-se o que fez com que os jogdores do FC Porto saissem todos do balneário. Dois anos seguidos é estranho.

LMC 1 de fevereiro de 2010 às 15:54  

Foi uma barata que estava lá dentro.

Pedro Veloso 1 de fevereiro de 2010 às 16:33  

Lol ia escrever o mesmo, mas dizer que era uma osga!

Cristiano Moreira 1 de fevereiro de 2010 às 16:47  

Ah, ok.

Andre 1 de fevereiro de 2010 às 17:17  

Duarte, o Record também é jornal do SLB?

Caramba, para vocês é tudo do SLB, qualquer dia até O Jogo é do SLB.

Somos mesmo enormes.

Já agora, Benfica tem que ser campeão, nem que seja por decreto, porque?
O Benfica até nem é a equipa que melhor futebol pratica nem nada, não é?

O FCP também foi campeão por decreto muitos e muitos anos, ou melhor, por decreto não, mas pela fruta e chocolates.

LMC 1 de fevereiro de 2010 às 17:31  

Andre,

Já enunciei anteriormente uma resposta a tua pergunta.Não o vou repetir.

Duarte 1 de fevereiro de 2010 às 18:29  

Confesso que já tinha saudades de ser mal interpretado. Vamos lá então aos esclarecimentos.

João Barreto, nos túneis só podem estar pessoas, segundo sei, devidamente creditadas pela liga (jogadores, equipa técnica, delegados ao jogo dos dois clubes, equipa de arbitragem etc), aliás acho que o próprio Miguel S. Tavares chamou a atenção para isso numa das suas crónicas. Se não me engano foi por isso que o Benfica levou também com um processo em cima na sequência dos incidentes, embora esse mesmo processo não resulte em mais do que o pagamento de uma multa.

Pedro, João Barreto e anónimo. Eu não sou maluco para falar daquilo que não sei ou não tive acesso, para isso já basta o presidente Benfica. De facto não vi o vídeo do túnel, mas isso não me impediu de ler o jornal O Jogo. Parece que Rodriguez, Helton e Fucile estiveram no meio da confusão, mas não há uma imagem, segundo consta, de nenhum deles a agredir os seguranças. Sendo assim, só se as eventuais agressões tiverem sido presenciadas pela equipa de arbitragem ou pelo delegado da liga é que se podem dar como provadas e, se não estou em erro,nenhum deles viu nada. Até a própria Bola, desautorizada pelo seu homónimo, dá o dito por não dito e já fala em "cenas EVENTUALMENTE chocantes", quando há poucas semanas dava como certas as agressões de CR, Fucile e Helton quando, segundo parece, estas são tudo menos conclusivas.

E, de resto, eu posso não estar aí para ver algumas coisas na totalidade, mas isso não quer dizer que não possa ver algumas delas, já agora leiam os meus comentários com mais atenção por favor, assim de certeza que já não ficam tão perplexos. Não vi o jogo do Porto, mas COMO REFERI NO MEU ANTERIOR COMENTÁRIO, vi os golos e consequentemente os lances que os originaram. Assim, pude ver o lance que dá o primeiro penalty ao Porto, mas não vi o lance em que, segundo se diz, o Belluschi foi claramente carregado dentro da área.

Pedro, eu nunca disse que o Rui Costa tinha estado envolvido directamente na confusão. Pelo contrário, basta releres o meu último post para perceberes que eu disse que ele desta vez não tinha estado no meio da escaramuça.

Depois, claro que para ti no jogo em questão, o SLB não foi nada beneficiado. O golo que vos dá a vitória é marcado imediatamente a seguir de um lance irregular que só não dá logo golo porque o Cardozo falhou de baliza aberta. Pois, mas isso só não chega, para vocês admitirem que foram beneficiados num jogo contra o Porto era preciso que o golo fosse marcado com uma mão escandalosa. E não me venham falar na mão do Rodriguez porque essa nasce também ela de um canto que por e simplesmente devia ter sido pontapé de baliza. Mais claro ainda é que se fosse ao contrário vocês hoje ainda estavam a chorar como bebés os pontos que tinham perdido e a insultar os adeptos do Porto de todas as formas e feitios. Como, de resto, na época passada em que fizeram um berreiro com o penalty do Lisandro (como se esse lance se comparasse àqueles que o Aimar cava todos os jogos) e se esqueceram que na primeira parte, também houve um penalty do Reyes sobre o Lucho que o Proença não marcou, compensando depois na segunda parte o erro cometido. Mas pronto isso são águas passadas e já não é o principal.

Duarte 1 de fevereiro de 2010 às 18:32  

André claro que o Record é do Benfica.

Se vocês são enormes? Com tanta grandeza podias dedicar os teus comentários apenas a este blogue, que é generalista, ou então aos blogues do teu clube, em vez de andares a deixar comentários nos blogues do FC Porto.

Talvez a nossa grandeza seja maior do que pensas. E, para que saibas, repito novamente aquilo que já escrevi centenas de vezes. O Benfica está claramente melhor que na época passada, joga melhor, mas isso não justifica as ajudas inequívocas que tem tido e não apenas da arbitragem. Não justifica que se demore tanto tempo a decidir o castigo de dois jogadores de um dos clubes com quem o SLB disputa o título, não justifica a violação do segredo de justiça com a publicação das escutas que era algo que devia preocupar a todos, não pelo conteúdo, já sobejamente conhecido, mas pela publicação em si que representa a abertura de uma brecha gravíssima no nosso sistema judicial. Só que como é óbvio isto é terciário porque os portugueses não resistem, parafraseando Miguel Sousa Tavares uma vez mais, à tentação voyeurista de ver e, neste caso, escutar o que lhes é alheio, mesmo que já saibam o que se passa por outros meios. Mas também isto já foi aqui discutidoe portanto adiante.

Andre 1 de fevereiro de 2010 às 19:02  

"Não justifica que se demore tanto tempo a decidir o castigo de dois jogadores de um dos clubes com quem o SLB disputa o título, não justifica a violação do segredo de justiça com a publicação das escutas que era algo que devia preocupar a todos, não pelo conteúdo, já sobejamente conhecido, mas pela publicação em si que representa a abertura de uma brecha gravíssima no nosso sistema judicial."

O que é que o Benfica tem a ver com isto?

Duarte 1 de fevereiro de 2010 às 19:14  

Nada Andre, não tem nada. Desculpa se te ofendi a ti ou ao santo do teu presidente.

Luís 1 de fevereiro de 2010 às 20:59  

Sempre em frente, caros portistas, sempre em frente.

Brilhante sr presidente!

Tomás Pipa 2 de fevereiro de 2010 às 12:21  

Duarte,realmente também não percebo. Todos vimos as imagens do túnel. O SLB não tem culpa que os vossos jogadores sejam uns arruaceiros e queiram andar à pera com os Stewarts e que os vossos jogadores ainda estejam castigados por isso.

Duarte 2 de fevereiro de 2010 às 14:58  

"O SLB não tem culpa que os vossos jogadores sejam uns arruaceiros e queiram andar à pera com os Stewarts e que os vossos jogadores ainda estejam castigados por isso."

Isso é tudo ingenuidade Tomás, ou é só para me irritares? Eu já disse que a atitude dos jogadores do Porto só pode ser reprovável pelas razoes que também já enumerei. Agora pergunto-te a ti, tu consegues sempre manter a cabeça fria? O FCP tinha acabado de peder um jogo importante e, como se nao bastasse, os seus jogadores ainda tiveram de levar com as provocaçoes de uns energúmenos quaisquer bem de perto. Já experimentaste pores-te no lugar dos jogadores do Porto? Aliàs, já experimentaste pôr os jogadores do Sporting naquela mesmíssima situaçao?

Claro que o SLB nao tem culpa nenhuma, os seguranças estavam lá por acaso, iam a passear por Lisboa e lembraram-se de ir beber um copo ao túnel do Estádio da Luz. Qual é o mal?

Duarte 2 de fevereiro de 2010 às 15:10  

E francamente Tomás nao percebo como consegues dizer o que dizes depois de teres visto o vídeo das cenas do túnel no jogo SLB-FCP da época passada e depois de o Benfica estar constantemente envolvido em desacatos naqueles locais, seja na Luz ou noutro estádio qualquer.