O grande favorito não vacila...



O Sporting, o grande favorito a conquistar a Taça de Portugal, foi ao Restelo defrontar a equipa do Pescadores da Costa da Caparica para a 4ª eliminatória. É bom frisar que o Sporting não perde para a Taça de Portugal desde 17 de Dezembro de 2003, quase 6 anos. Na altura a equipa comandada por Fernando Santos (!) e que tinha jogadores como Quiroga e Paulo Bento perdeu em casa contra um Vit. Setúbal da 2ª Liga comandado por...Carlos Carvalhal.

Foi o primeiro jogo da era Carvalhal, mas deu para ver pouco do deste deste na equipa. Carvalhal começou com um 4-3-3 no papel, mas a verdade é que continuou por ser um losango com mais um lá para o meio, Matías, e menos um na frente. A maior novidade foi a inclusão de Pereirinha no onze titular.

O Pescadores entraram a todo o gás, talvez excitados por defrontarem o super-favorito, e lá chegaram ao golo através de Tozé (uma lenda do CM 01/02), um bocado de sorte no ressalto e disparou com convicção para o fundo da baliza de Rui Patrício. Ao intervalo 0-1 e eu comecei a receber as primeiras SMS's provenientes do outro lado da 2ª circular.

Ao intervalo saíu Grimi (como é que este inegrúme consegue apanhar um amarelo por bater em gajos da 3ª divisão?) e entrou Hélder Postiga. O Sporting começou a trocar a bola a belo prazer e foi através de um lance de bola parada que chegou ao 1º golo . Miguel Veloso fez o seu 3º golo esta época e o 1º de livre directo, belo golo do jovem prodígio português. Logo de seguida o Sporting chega ao 1-2, grande movimento de Liedson, que consegue tirar o adversário do caminho ao "estilo de Nuno Gomes e Hélder Postiga" rodando sobre si mesmo, o defesa dos Pescadores, mostrou a sua inexperiência e cometou penalty óbvio. Moutinho foi chamado à conversão, não perdoou e fez o 6º golo esta temporada.

O massacre leonino continuou e facilmente se chegou ao 3º golo, confusão na área e Miguel Veloso coloca a bola em jeito com o pé direito no fundo da baliza de Nuno Madureira. 4º golo do jovem médio esta época, ultrapassando assim Javi García na luta pelos melhores marcadores de médios defensivos em Portugal. O quarto golo surgiu com naturalidade, Vukcevic decidiu arrancar pelo lado esquerdo, ninguém dos Pescadores teve pernas para o acompanhar, e serviu o internacional luso,Liedson,para mais um golo, o 148º golo em 7 épocas com a camisola do Sporting.

Ainda houve tempo para a expulsão de Tonel. Tonel é um jogador que não brinca em serviço, faz sempre o que sabe, um jogador do Pescadores fugi-lhe e à moda da escola de centrais "azul e branca" teve que ceifar. Pena não ter pensado no derby da próxima semana uma vez que a eliminatória estava decidida.

Houve ainda tempo para Tozé mostrar que é um jogador irrequieto, parecia um peixe fora de água, mas faltou-lhe talento para fazer algo mais.

Sporting e Vit. Guimarães, duas das três últimas equipas portuguesas que foram à Champions League, e o Sp.Braga já esperam o FC Porto na próxima fase.

22 Passes de rotura:

Vasco 23 de novembro de 2009 às 13:56  

Porreiro Tomás se bem que eu não vi assim o jogo... Eu acho que começámos com um 4 3 3 nitido com o pereirinha e o vukcevic a darem muita profundidade aos corredores sendo que por culpa do grimi, o corredor direito funcionou bem melhor. Vuk tambem pode fazer muito melhor! Quanto aos 3 do meio campo, viu-se um Matías e sobretudo um Moutinho muito mais activo do que no losango do Bento! Moutinho sempre a vir buscar jogo, a querer levar bola para a frente e quando ele subia, veloso ficava. Por outro lado, viu-se Veloso com muito mais liberdade no meio campo, a aparecer mais do que uma vez em zona de finalização, na primeira parte claro quando estava no meio campo, e isto acontece porque quando ele subia a rectaguarda ficava a cargo do Moutino. Na segunda parte jogamos num 4 4 2 classico com matias e moutinho no meio e pereirinha e vuk a MD e ME respectivamente. Na frente, o sempre irrequieto e trabalhador Postiga e claro Liedson.

Pouco deu para ver porque estávamos a jogar com o pescadores. Mas está visto que em 90 minutos conseguimos utilizar dois sistemas tacticos diferentes, algo que eu nunca tinha visto no Paulo bento se bem que ele naquela entrevista, toda ela verdadeira mas descabida, diz ter mudado de tactica várias vezes. Matías é um jogador de topo e moutinho pode voltar aos velhos tempos... Veremos.

Uma coisa é certa: OS LATERAIS NAO SERVEM!!! Pode mudar treinador, pode ser o benfica porto ou pescadores, pode mudar presidente, mudem o que quiserem que os laterais vao sempre enterrar esta equipa! Abel psicologicamente é fraquissimo. Viu-se uma diferença clara do abel intranquilo de quando estavamos empatados ou a perder para o abel mais seguro quando estávamos a ganhar. E era o Pescadores... Quanto ao Grimi, ja ninguem pode com um miudo que ganha 75 mil euros por mês e que é sabido que durante a semana é so droga e prostitutas, chega!

Por fim, uma pequena nota para o benfica que perdeu e uma taça ja foi ao ar. A verdade eq perdeu com o guimaraes em casa, perdeu com o AEK, perdeu em Braga, ganhou a naval e ao guimaraes nos ultimos minutos, e ainda se viu a rasca para ganhar ao leiria... Terá este benfica claramente duas faces?

abraço

PS: gostava que um de voces fizesse um post sobre os treinadores da liga italiana! Éq ontem vi os resumos todos e há ali muitos gajos que nunca tinha ouvido falar na vida... Continuam la os classicos Del Neri, Serse Cosmi entre outros, mas a maioria sao desconhecidos... Se alguem pudesse fazer uma especie de quem é quem dos treinadores italianos era porreiro!

Vasco 23 de novembro de 2009 às 13:56  

ndr: agora fui como Vasco, mas sou o mesmo Fino lol

Tomás Pipa 23 de novembro de 2009 às 14:07  

Fino ía te responder agora.
Sinceramente achei o Pereirinha e o Vuk muito recuados desde o início, muito longe de ser os extremos pretendidos para o 4-3-3, e quanto a mim nunca serão também, um extremo de 4-3-3 tem que ter umas noções de ponta de lança como C.Ronaldo,Hulk,Varela,Derlei,Lito,Sougou..estás a ver o género? Claro que há outros que não precisam porque tem qualidade indiscútivel como Quaresma,Simão,Nani,C.Rodriguez ou De Franceschi.

Quanto aos livres, não me preocupou não ter sido o Matías a bater, até porque o Carvalhal só está há uma semana e provavelmente não teve tempo para mudar algumas coisas, entre elas, treinar lances de bola parada, que necessitam tempo. Provavelmente, neste inicio Carvalhal deve dizer para eles fazerem como faziam antes e quando tiverem algum tempo praticam isso.(se bem que para mim têem muito mais tempo que uma equipa semi-profissional ou amadora). Chateou-me foi ver o Postiga a tentar a sua sorte de livre directo. Porque raio ele?? Nunca o tinha visto a bater um livre para ser sincero

v.a.s.c.o. 23 de novembro de 2009 às 15:13  

" Tonel é um jogador que não brinca em serviço, faz sempre o que sabe, um jogador do Pescadores fugi-lhe e à moda da escola de centrais "azul e branca" teve que ceifar. "

Não entrando em provocações, só queria dizer que por alguma razão ele nunca esteve no plantel principal e acabou dispensado...
Nunca poderás comparar centrais como Aloisio, Pedro Emanuel, Jorge Costa, Fernando Couto, Ricardo Carvalho, Pepe a qualquer central que tenha passado nos últimos 20 anos pelo Sporting.

E afirmar que há "escola de centrais" do Porto", é uma grande verdade. De facto há, há uma escola que faz campeões nacionais e europeus, não só centrais mas todos os jogadores de campo.

(No Futebol Clube do Porto) Um jogador agressivo , duro na entrada. Vulgo Caceiteiro

(No Benfica ou Sporting) Um defesa possante , experiente com grandes capacidades de choque e entrega. Estilo peculiar.

Petit, Mozer, Bynia, Tahar, Beto, Beto(actualmente no Belenenses), Rochemback, Naybet, e claro Tonel.

enfim, tema mais que discutido e nunca se irá mudar mentalidades enquanto virmos clubes e não Futebol.

Tomás Pipa 23 de novembro de 2009 às 15:36  

Vasco, não estou com isto a dizer que o Tonel é mau jogador, n é nada de especial é certo, mas vê-se bem a escola do FCP nele, quando entra, entra para doer... Como não entra a matar como B.Alves ou J.Costa acabou dispensado como é natural.

Basta olhares para o estilo de centrais que saiem de Alvalade, é completamente diferente. Não estou com isto a dizer que são piores ou melhores. Beto,Santamaria,Carriço,Pedro Mendes são jogadores com mais pés e jogam mais de cabeça levantada, aliás..a maioria deles consegue também fazer sem problemas a posição 6.

João 23 de novembro de 2009 às 16:54  

Por acaso não vi o jogo e foi com grande prazer que li as vossas análises:)Tomás não vi o lance do Tonel mas ele nunca foi um titular fiável para ti e acho graça, não dizendo que não tens razão nos teus argumentos.
E este ano o natal vai chegar mais cedo quando o Postiga marcar na luz!

v.a.s.c.o. 23 de novembro de 2009 às 16:57  

Exacto. É por isso que o Beto eterno reforço do Real Madrid acabou no Huelva, o Santamaria nem sei... Dos que referi Jorge Costa tinha amor á camisola e rejeitou Mónaco e Barcelona, Fernando Couto foi para o Barcelona, Ricardo Carvalho para o Chelsea, Pepe para o Real Madrid. E olha que o Pepe faz a posição 6...

Mas claro são carniceiros.

Tomás Pipa 23 de novembro de 2009 às 17:03  

Eu frisei bem que não estava a falar da qualidade, mas em estilo de jogo. Sendo assim, pq é que o Diakité do Belém que joga a central/trinco não vai para o Real Madrid. Disse apenas o estilo. O estilo dos centrais do FC Porto, é obviamente muito mais agressivo que o estilo dos outros

Pedro Veloso 23 de novembro de 2009 às 17:21  

Também acho que há uma tendência para os centrais do Porto serem mais agressivos, mas por isso é que são normalmente muito mais competitivos e melhores jogadores. Mas há excepções, claro. O Aloísio e o Ricardo Carvalho eram jogadores elegantíssimos, de classe. Em abono da verdade, também há que dizer que não é totalmente correcto afirmar que não se pode comparar nenhum desses centrais que citaste, Vasco (o do FCP), a qualquer dos centrais leoninos dos últimos 20 anos. Naybet, Stan Valckx e André Cruz eram melhores do que o Pedro Emanuel, por exemplo.

Tomás porque é que o Sporting é superfavorito? Agora além do (por ti) propalado estofo europeu também têm estofo de Taça?

Tomás Pipa 23 de novembro de 2009 às 17:37  

Porque não perdemos nesta competição há 6 anos e vamos sempre longe. Veloso, na taça os golos e pontos do campeonato e liga Europa não contam.

Cristiano Moreira 23 de novembro de 2009 às 17:57  

O FC Porto eliminou o Sporting no ano passado, na meia final.
Ou falamos de não perder em jogo jogado?
Baralharam-me agora. :)

Axadrezado 23 de novembro de 2009 às 18:09  

Parabéns pelo blog, vou colocar nos meus links se quiserem colocar o meu nos vossos fico agradecido.

Cumprimentos

http://blogdobessa1903.blogspot.com/

Tomás Pipa 23 de novembro de 2009 às 18:46  

O ano passado foi em penaltys! E não foi nas meias-finais.

Nos últimos 3 anos, ganhámos duas..Veloso, só tu é que não vês aqui o favorito

LMC 23 de novembro de 2009 às 19:15  

Dizer que o Sporting não teve centrais comparáveis aos acima citados,nos últimos 20 anos, é pura ignorância.
O Beto que agora está no Belenenses, foi uma pedra fulcral nos dois últimos títulos do Sporting,embora no último jogasse preferencialmente no lado direito da defesa.Na altura era um dos melhores centrais Portugueses,figurando quase sempre na equipa nacional.
O que dizer de André Cruz?Internacional brasileiro,com uma classe e elegância impares, e com um toque de bola fantástico.Já para não falar nos livres!
Phill Babb?Outro grande jogador!Muitos furos acima de Pedro Emanuel!Tal como Enakarire,embora a sua passagem pelo Sporting tenha sido efémera.
Marco Aurélio?Oceano ( que embora tenha jogado muito a trinco,era um excelente central) ?

Pedro Veloso 23 de novembro de 2009 às 19:45  

Lol eu não vejo favorito nem deixo de ver, a partir de agora é uma guerra que não me diz respeito. Já disse que gostava que ganhasse o Guimarães porque simpatizo muito com o clube e porque não quero que o Porto se aproxime mais no ranking de títulos conquistados.

Mas é bom que não tenhas que ir a penalties, em 04/05 (SLB), 05/06 (Porto)e 08/09 (Porto) caíram dessa forma.

Aí está, o grande Luís volta aos comentários para defender a nobre(o adjectivo é discutível claro) história do Sporting! Mas atenção aos detalhes, Oceano CRUZ sff que o homem agora ganhou um apelido, e o Beto também já podes começar a tratá-lo por Roberto Severo

Duarte 23 de novembro de 2009 às 21:43  

Eu também não vejo onde é que está o favoritismo do Sporting, mas pronto.

Tomás Pipa 23 de novembro de 2009 às 22:54  

Duarte e Veloso, o tempo vai-me dar razão. Vocês vão ver onde o Sporting chegará na Taça de Portugal e na Liga Europa.
Apontei aqui os vossos nomes já para vos mandar uma msg com o passar das eliminatórias.

Lol..o Beto também já está a tirar o curso? Temos que fazer um post dos treinadores que ganharam um nome extra

Pedro Veloso 24 de novembro de 2009 às 00:11  

Tomás não te esqueças que me garantiste que o SLB ia ganhar a Liga Europa, chegam à final e perdem connosco é isso?

Lol o Beto acho que ainda não está nessas lides, mas há de lá ir parar

Tomás Pipa 24 de novembro de 2009 às 00:24  

È possível sim senhor, sebem que um SLB vs SCP numa final era um jogo de tripla.

Eu acredito que o Sporting cairá, mas cairá tarde. O SLB ganhará, mas ganhará esta vez e nada me garante que po ano n seja eliminado na fase de grupos

António Lopes da Costa 24 de novembro de 2009 às 02:18  

Apenas um reparo ao Pedro Veloso. O "H" de história deveria ser com letra grande. É que te estavas a referir ao Sporting. Um Grande Clube, uma Grande História. Que nunca te esqueças disso.

Um abraço

Pedro Veloso 24 de novembro de 2009 às 09:53  

Reparo aceite António; não disse que não(tenho um irmão em casa que não me deixa esquecer os vossos feitos), a minha letra minúscula não foi para desvalorizar nada.

A propósito, lembrei-me agora: ontem no Dia Seguinte gostei de ver o Dias Ferreira elogiar o David Luiz, que quase chorou no flash após a derrota (na sua estreia como capitão do SLB), porque se via que ele de facto tinha sentido muito a eliminação. Nada que me surpreenda, ver o David na Luz a puxar pelos colegas e público é um espectáculo, mas ficou bem ao Dias Ferreira dizê-lo de um rival.

Um abraço

Pedro Veloso 24 de novembro de 2009 às 12:37  

Axadrezado, obrigado pelo comentário. Já adicionámos o teu blog na lista de links. Boa sorte para o teu Boavista.

Um abraço