As aulas de sexologia das virgens... do futebol!

Ora muito boa tarde a todos…

Ontem apeteceu-me escrever… motivado pelos comentários que têm sido publicados sobre minha primeira intervenção aqui no blog, e que desde já agradeço, bem como aos outros que vou lendo e vou tentando também comentar.

Era terça-feira, e como e habitual, dia de assistir ao programa Trio D’Ataque, na RTPN, e no final dei por mim a analisar o estado do futebol em Portugal…! Não na perspectiva já muito batida e debatida nestes programas que habitualmente fazem o dia-a-dia das televisões portuguesas, de analise exaustiva de arbitragens, do alimentar das polémicas, dos casos mais ou menos melindrosos… enfim. Mas, analisando a própria intervenção destes mesmos programas no nosso futebol!
Como adepto de futebol, e português, também eu me perco em largas horas assistindo a este e outros programas do mesmo género, obviamente. Também eu gosto da tipicamente portuguesa conversa de café sobre os casos da jornada do fim de semana…

O debate é óptimo! É saudável, faz bem ao espírito democrático que todos deveríamos ter… mas, o fruto da minha analise aqui e outro. É o facto de se levar, não o debate democrático e saudável sobre os aspectos que realmente interessam no futebol, mas sim as vulgares conversas de café para uma televisão, que sendo publica ou privada deveria ter sempre como objectivo principal, o serviço de informar. Mas não me queria alongar neste tema porque é transversal em todos os temas da programação das televisões e não apenas quando se fala de futebol.

E eu estou aqui para falar de futebol, e a minha analise tem como alvo esses mesmos pseudo-analistas de futebol, lideres de opinião, gente bem paga para manter durante hora e meia uma conversa de café, sem qualquer sentido de serviço publico, sem vergonha. Apesar de muitos até, utilizarem os mesmos programas para se auto-promoverem. Desde sempre padeceu do mal, a televisão portuguesa, de dar voz aos oportunistas em detrimento daqueles a quem e dado realmente algum valor de opinião.

E a primeira conclusão a que chego, é que realmente são estes os verdadeiros culpados pelo estado do futebol em Portugal! Ou melhor, pelo estado, que esses nos fazem crer, em que o futebol português se encontra. Porque neste momento não tenho a mínima duvida, de que, o futebol em Portugal ficaria bem melhor sem estes sobrevalorizados senhores da verdade desportiva. E não falo apenas daqueles que, como eu aqui, defendem as posições dos seus clubes, falo também daqueles, que apresentando-se sob a bandeira da isenção, e que deveriam ser obrigados deontologicamente a tê-la, se permitem expressar os mais estúpidos comentários, permitam-me a expressão... Permitam-me, porque não é a toa que assim os adjectivo, porque quando fazem dos espectadores estúpidos, este tipo de comentadores só pode ser estúpido! Mas mais uma vez falamos de um problema transversal a toda a sociedade, porque o que não faltam, infelizmente, são estúpidos a tentar fazer os outros estúpidos de burros… Por isso, adiante…

O que quero com isto dizer, mais concretamente, é que, nesta altura, e feita uma analise concreta, são estes arautos do apocalipse do futebol português que mais contribuem para esse fim. São este senhores que insistem em falar dos três grandes quando há um Braga ainda na luta pelo titulo, que perdem tempo em analises absurdas a lances duvidosos, sem mostrar os lances de bom futebol, que perdem tempo criticando os verdadeiros intervenientes no futebol e que já muito fizeram pelo futebol, levando mesmo o nosso tão apregoado medíocre futebol ás mais altas conquistas europeias e mundiais. São estes os verdadeiros corruptos, porque corrompem a mente dos adeptos de futebol com teorias de conspiração absurdas, branqueando outras a seu belo prazer, para aí tirarem dividendos.
Deve dar-se a palavra aqueles que sabem o que é o futebol, aqueles que estudam o futebol como o jogo que é, dentro das quatro linhas, que fazem analises isentas e com testemunhos reais do que é estar num relvado, com milhares de pessoas a assistir, da pressão, dos erros, das lesões, das manhas… Comentadores como o João Vieira Pinto, que esteve lá! Que pode não ser um óptimo comunicador, mas esteve lá! E tantos outros que vão passando pela televisão, sem que lhes seja dado o mérito de ter estado dentro das quatro linhas e que sabem do que é que estão a falar! Estes dão lugar ás “virgens” que assentam arraiais todas as semanas para dar “aulas de sexologia” durante hora e meia!

Queria agora fazer uma analise mais concreta a esses comentadores, em jeito de mote para o debate, porque gostaria de saber a opinião de todos, acerca dos comentadores que representam os vossos clubes, porque eu tenho uma opinião muito própria sobre cada um deles…

Na minha opinião, daqueles que representam o meu clube, e não só, o único a quem dou algum crédito será ao Rui Moreira porque me parece bastante lúcido e isento.

Quanto ao Rui Oliveira e Costa, parece-me um Sportinguista de gema, típico, politicamente correcto, até demais… à semelhança do seu Sporting e que em nada beneficia.

O António Pedro Vasconcelos parece-me ser uma pessoa doente! Espero que não fisicamente, porque não desejo nada de mal ao senhor, mas parece-me com a alma doente, ao fim de quase trinta anos de angustia à espera que o seu Benfica dos anos 60 volte, e ganhe a qualquer custo. Espelha o espírito anti Pinto da Costa benfiquista e isso não lhe fica bem.

Quanto aos comentadores que param pelos lados de Carnaxide, à segunda-feira, parece-me mais do mesmo, com algumas diferenças…
O Guilherme Aguiar é um portista à Porto, como o Pôncio Monteiro mas ainda com bastante sanidade, peca por estar ou ter estado ao mesmo tempo envolvido nos meandros da Liga e da UEFA o que lhe condiciona alguma critica.

O Sílvio Cervan não percebo muito bem o que faz ali, as vezes parece-me até que nem sabe o que é futebol, lá está, provavelmente nunca deu um pontapé numa bola; parece-me mais um pau mandado do Vieira do que comentador desportivo. Alias as mensagens que recebe durante o programa provavelmente são as cabulas… e este é daqueles que acho, faz dos outros estúpidos, quando vê o que mais ninguém vê e afirma que viu, o que ainda e mais grave!

Quanto ao Dias Ferreira todos devem concordar comigo que a par com o Pôncio Monteiro são os mais engraçados comentadores da TV! Mas de vez em quando até vai falando umas verdades, quando o seu sportinguismo lho permite, e ou, o assunto não tem nada a haver com o seu Sporting.
Como devem calcular, do programa da TVI24, à segunda à noite nem falo… é uma palhaçada!

Quanto aos outros Rui Santos e outros que tais, acho que são a vergonha do futebol português, se lhe tirassem o tempo de antena que usa para se auto promover (se bem se lembram este sujeito até teve a “lata” de no seu programa em directo se mostrar disponível para se candidatar ao cargo de presidente da Liga!!!) e mostrassem em vez disso os melhores lances das jornadas, o futebol em Portugal iria melhorar com certeza. Penso que nisto também estaremos todos de acordo, e penso se há alguma coisa que une os três grandes é o ódio ao Rui Santos, por isso, benfiquistas da próxima vez que forem à SIC “molhar a sopa”, como dizem aqui na minha terra, avisem que vamos todos…! Logicamente que estou a brincar este senhor não merece respeito nem o trabalho que dava uma empresa dessas… e já muito espaço e tempo perdi eu aqui a falar dele!

Ao contrario do que dizem, penso que o futebol português esta numa curva ascendente, o facto de este ano, o campeonato ter começado com os mesmos candidatos ao titulo, mas logo desde inicio a sólida oposição do Braga a esta luta já comum entre os três grandes será um pronuncio desta melhoria. A juntar também a boa época do Guimarães e que promete evoluir…

Faça-se mais programas de exaltação e promoção ao bom futebol, como fazem a Eurosport e outras, e o nosso futebol melhorará certamente, porque além do poder económico aquilo que nos falta é ver mais e falar menos de futebol.

Muito mais haveria a escrever sobre este tema, mas isso, deixo agora aos restantes…

23 Passes de rotura:

Pedro Veloso 7 de abril de 2010 às 18:43  

Joaquim deixa-me dar os parabéns pelo post, que fala de um tema muito pertinente a meu ver. Gostei imenso, apesar de não concordar com várias coisas, nomeadamente com a análise das personagens em questão, mas também estando do outro lado da "barricada" isso é normal. Agora não tenho tempo mas logo respondo com mais pormenor.

Um Abraço

P.S. Faltou-te falar das incríveis gravatas do Rui Santos!!!

Numero Dez 7 de abril de 2010 às 18:52  

Que belo post JOaquim! Permite-me apenas discordar da tua opinião sobre o RUi Oliveira e Costa.Considero-o um resabiado, que por vezes parece submisso do Moreira. Por diversas vezes já comentei com amigos sportinguistas que o sporting merecia alguém mais defensor do clube e com mais poder de argumentação.O A.P.V apesar de Benfiquista muitas das vezes peca por faccioso reconheço. Quanto a Rui Moreira apesar de por vezes se lhe "parar o cérebro" considero-o uma pessoa lúcida que reconhece o mérito ao Benfica deste ano, e também ao analisar lances polémicos da sua equipa sem qualquer tipo de facciosismo, ao contrário de A.P.V que por vezes defende lances em que é notório que mais valia estar calado. Lembro-me de um programa não há muito tempo em que Oliveira e Costa parodiava JJesus pelo seu vocabulário esperando que Rui Moreira fosse na cantiga e Moreira foi um senhor a defender Jorge Jesus e a condenar o ressabiado. não esperava por exemplo que A.P.V tivesse a mesma reacção se a conversa fosse sobre jesualdo. Nesse programa considero que em termos globais o porto é quem melhor está representado. Quanto ao dia seguinte já não acompanho com tanta frequência mas não simpatizo com nenhum dos três.

JOAQUIM SANTOS 7 de abril de 2010 às 18:53  

hahahaha... e verdade... mas nunca mais saia daki...!!!!

sei que faltou muito por dizer...

Tomás Pipa 7 de abril de 2010 às 19:54  

Para mim os melhores são claramente Rui Moreira e Eduardo Barroso.

Dias Ferreira tem piada,mas é um destabilizador,não percebe mt do assunto.

Pôncio está velho e também não percebe nada, está para ali a mandar uns piropos e pouco mais.

Silvio Cervan é ridiculo,de longe o pior de todos. Além de mau, não tem piada nenhuma.

Aguiar e António Pedro é o mesmo género, não são parvos nenhuns,mas só vêm para o seu lado.

O Seara tb n faz puto ideia do que está para ali a fazer, nunca acaba o que começa a dizer e está sempre com sorrisinhos.

Rui Santos é capaz de ser dos meus preferidos,ao contrário de muita gente,eu acho-o muito bom.

João S. Barreto 7 de abril de 2010 às 20:02  

Joaquim muito bom post que lança uma questão que tem de ser colocada: Será que é preciso falar tanto sobre nada? É que de facto é o que todos estes senhores fazem todas as semanas, divagar sobre a parte menos interessante do futebol, que são os casos e os bastidores. Pessoalmente gosto mais de ouvir o João Pinto, o Freitas Lobo (embora muitas vezes não concorde com ele) e o António Tadeia. São pessoas que gostam do mesmo futebol que nós, espectáculo e golos.

Quanto aos representantes dos 3 grandes , eis o que tenho a dizer sobre cada um deles:

Rui Moreira, Guilherme Aguiar e Poncio Monteiro- o primeiro é o unico que merece algum respeito da minha parte, pois parece-me sério, saiu no entanto beliscado com a sua participaçao na manifestaçao contra o castigo de hulk. o segundo nao merece a minha consideração pois representa o dominio exercido pelo porto na liga durante muitos anos, o terceiro está senil e mete pena.

Silvio Servan, Seara, A.P.Vasconcelos- Para mim, só Seara é digno de defender as cores do meu clube. Os outros percebem tanto de futebol como eu de patinagem no gelo.

Barroso, Dias Ferreira, Rui Oliveira e Costa- tres figuras tristes, cada um mais faccioso que o outro. Penso que nunca ouvi nenhum deles dizer alguma coisa que não estupidezes.

Há ainda aquele programa o Zona Mista que é totalmente ridiculo com o Gobern e o Bruno Prata. Até prefiro o maisfutebol na tvi, que é menos sério mas fala-se da parte divertida do futebol.

Anti-Joaquim 7 de abril de 2010 às 20:20  

Oh Joaquim, tu também não deves ter muito para fazer!fazer um post destes!A escrever posts destes também te tou a ver num programa como os que acabaste de criticar.Também uma coisa é verdade, agora que não tens que te preocupar com o teu clube tens tempo para estas "desabafos" parvos.

JOAQUIM SANTOS 7 de abril de 2010 às 20:56  

ó anti joaquim!!!

podes assinar rui santos que ninguemte bate!!

alem disso ate é um elogio, a ver pelos antis pinto da costa que andam por ai... eu em pouco tempo, e so com 2 post ja tenho 1 anti joaquim santos... boa!

Rui Santos 7 de abril de 2010 às 20:58  

Se continuares a escrever "merda" rapidamente ganhas mais!não te preocupes que estas no bom caminho!olha...mete um post sobre a Floribela e o Djalo e sobre qual sera a cor dos filhos deles..dá que pensar..

raio x 7 de abril de 2010 às 22:37  

Kláp!.. Kláp!. Kláp!.

bravo foi de mestre este texto , na mouche ainda devem estar com as orelhas a arder só de um BENFIQUISTA de gema ...


Força Benfica contra tudo e contra todos

viva o Benfica...

Pedro Veloso 8 de abril de 2010 às 00:54  

Ora então numa análise mais detalhada, queria começar por dizer que concordo com a tese do texto a 100%. Por alguma razão o melhor programa de análise é de longe o Pontapé de Saída com o JVP, Freitas Lobo e normalmente jogadores ou treinadores convidados. Aí fala-se de futebol, o Freitas arma-se um bocado mas pronto, dá gosto ver.

Agora também não sou hipócrita e por isso reconheço que por mais que saia sempre irritado, no fundo muitas vezes gosto de ir para casa e relaxar do trabalho com um programa tipo Dia Seguinte ou Trio d'Ataque, porque aquilo transpõe para a TV as discussões que temos todos os dias com os amigos. É uma conversa de café como dizem, é ridículo, como dizes e bem, termos isto na TV mas de facto tem muitas audiências (então a parte de análise aos lances polémicos é um pagode).

Quanto aos comentadores:

Melhor de todos, sem dúvida, Rui Moreira. Além de perceber de futebol, vê-se que gosta mesmo de bola, é um portista a sério, não é anti-benfiquista para além da rivalidade normal, sabe dar o mérito. Um senhor. Como diz o Nº10, às vezes pára-lhe o cérebro, mas acontece a todos. Só não gosto de o ver radicalizar o discurso, ir à manifestação, etc., porque ele não é desse estilo. É verdade que os Super Dragões lhe envenenaram o cão? Vi isto em vários blogs mas parece-me mirabolante. Sinceramente gostava que ele fosse o próximo presidente do Porto. Defendia o seu clube firmemente as fá-lo-ia num registo de muito mais classe e honestidade que o actual presidente.

Quanto aos outros, do SLB não gosto do Seara (o Tomás descreveu-o bem) e é um banana que apanha sempre porrada. O APV não desgosto, é um gajo que não tem medo de dizer verdades mas também beneficia do estilo pouco truculento dos rivais. No Dia Seguinte, o Sílvio Cervan sinceramente acho que é pouco reconhecido pelos benfiquistas. Até uma vez lhe mandei um mail a agradecer o esforço que faz, porque não podem negar que é sempre 1x2 em todos os programas, tem um senão que é a voz irritante e ser ridiculamente faccioso naquelas análises de lances polémicos, ao nível do Guilherme Aguiar, mas gosto porque não se amedronta (não gosto é de ver um vice-presidente do SLB nestes programas, mas isso é outra conversa).

Quanto aos outros portistas, Guilherme Aguiar é um tipo execrável, representa toda a podridão do futebol português de tempos idos. Parece o eco do PC, só sabe falar em túneis e afins.

O Pôncio tenho pena que já esteja muito decadente, lembro-me bem dele no início destes programas, para aí há 15 anos (Jogo Falado) e o gajo tinha sempre grande piada e é elegante. Lembro-me quando ele tirava de debaixo da mesa o seu famoso arquivo, para dizer que o árbitro x tinha roubado um penalty ao porto há y anos atrás, tudo lá escrito (só via era para um lado, claro, mas isso faz parte).

Dos lagartos, o Rui Oliveira e Costa e o Barroso se eu pudesse tinha um alvo no meu quarto. Representam tudo o que de pior vejo num sportinguista, aquele odiozinho indisfarçável ao SLB, anti-benfiquistas doentios, cegos, que venderiam a mãe para que o SLB não fosse campeão (e isso, tenho que ser justo, com Portistas nunca vejo). Além de que não percebem nada de futebol (no caso do Oliveira e Costa, isto é extensível à sua actividade profissional). Não percebo mesmo, Tomás, como gostas do Eduardo Barroso.

O que sobra é o melhor dos sportinguistas, o Dias Ferreira, que é o único que defende verdadeiramente o Sporting. É talvz um pouco conflituoso demais no estilo (mas desde jovem sempre foi assim, muito combativo) e às vezes é muita parra (teoria da conspiração) e pouca uva. Também detesta o SLB mas já de uma forma normal, da mesma forma que eu naturalmente detesto o SCP, uma rivalidade sadia. O que os outros dois sentem vai muito para além disto. Mas tenho grande respeito por ele, sempre foi uma pessoa frontal e corajosa ao longo da vida.

Luís Marques 8 de abril de 2010 às 00:55  

O Guilherme Aguiar, o Põncio, e o Dias Ferreira são nojentos, não percebo que fazem pessoas daquelas na TV... O Dias Ferreira até palita os dentes em directo!
Além de que, o Guilherme, com o seu passado na Liga, não tem qualquer credibilidade!

O ROC é anti benfiquista primário.

Eu gosto mesmo é do Pontapé de Saída e da Liga dos Últimos!

João 8 de abril de 2010 às 02:13  

Eu concordo em muito com o Pedro e com muitos de vós, acho que o Cervan tem um alvo na testa (até porque os adversários são amigose estão kuntos no programa há anos), Dias Ferreira é sério mas de assuntos de futebol extra jurídicos peca um bocado por defeito mas gosto de ouvi-lo, Seara é um saco de boxe, Rui Moreira é muito bom (salvo algumas excepções como é normal) e Rui Oliveira e Costa acho que defende no geral bem o Sporting, mas às vezes vem com análises facciosistas contra o Benfica que quase me fazem corar. O Guilherme Aguiar também é outro bastante faccioso.
A escolha, de um modo muito geral, está em ver conversas de café mais ou menos intelectuais e programas de outro nível como o Pontapé de Saída. E os elogios a este têm vindo a aumentar exponencial pelos profissionais do mundo do futebol.

Fernando 8 de abril de 2010 às 03:41  

Sou benfiquista, mas também considero que o Rui Moreira é o melhor comentador de todos aqueles que aparecem na televisão, a par do JVP que fala noutra condição. Acho o Lobo um bluff, o Rui Santos um pregador americano.
Voltando ao Rui Moreira, acho que o facto e ele ter comparecido numa manif não lhe tira autoridade. Defende o seu clube com unhas e dentes, mas tem a isenção para criticar a SAd do seu clube, o Jesualdo, ou até os jogadores, quando é caso disso. ainda esta semana teve os tomates para dizer que o meireles devia ter sido expulso e isso credibiliza-o. também gostei da defesa que fez a Jorge Jesus, e acho bem que tenha respeito pelos outros clubes ao não falar dos seus presidentes. ao contrário de muita gente, acho que nós falamos demais de pinto da costa, damos-lhe importancia a mais. e tal como ele acho que o apv não deviadefender o ricardo costacomo se ele fosse o eusébio, porque isso não nos é conveinente. E por falar em APV não lhe perdoo quando disse que duvidava que o nosso presidente fosse benfiquista. lembram-se quem defendeu o vieira dessa afronta? foi o rui moreira. por isso, é um adversário de peso, que respeito muito. acho-o bem educado, o que é uma coisa rarissima nos portistas.

José Faria 8 de abril de 2010 às 04:20  

Pedro Veloso, foi muito falado que na altura em que o Rui Moreira era uma voz de oposição e critica a PdC, a sua casa foi "visitada" pelos Super Dragões.

Tomás Pipa 8 de abril de 2010 às 12:26  

Dizem que os Super-Dragões lhe mataram o cão

JOAQUIM SANTOS 8 de abril de 2010 às 12:52  

nunca ouvi falar disso...

Tomás Pipa 8 de abril de 2010 às 14:18  

Não sei se é verdade ou não,mas é o que se diz aqui por Lisboa

Pedro Veloso 8 de abril de 2010 às 14:26  

Esqueci-me de falar sobre o Rui Santos. Eu acho-o um tipo sério mas é incrivelmente presunçoso...ele queria-se candidatar à Liga??

JOAQUIM SANTOS 8 de abril de 2010 às 15:30  

ele demonstrou a disponibilidade... nao disse que se candidatava. do que me lembro, falou nisso quando falou aqui a tempos das eleiçoes pra presidencia da liga, ainda antes do herminio sair e desta polemica. lembro-me que disse que todos os que gostam de futebol e que estao envolvidos directa ou indirectamento no futebol deviam disponibilizar-se para assumir um cargo desses, para bem do futebol e tirar de la, as raposas velhas do sistema... e penso que o jornalista lhe perguntou, que sendo assim tambem ele se disponibilizava para concorrer ao cargo... e ele, ridiculo, com aquele ar cinico e fazendo-se surpreendido com a pergunta responde que sim! como se nao fosse combinado!!! a mim pareceu-me mais que ele mandou pro ar a ver se alguem lhe peguava... a ver se aparecia alguem a apoia-lo, talvez os amigos dele do benfica! que assinaram as petiçoes...
mas correu-lhe mal...

Bibi 8 de abril de 2010 às 15:47  

Lambe me o esquerdo

Carlos Cruz 8 de abril de 2010 às 17:45  

a mim o direito

ferroquente 8 de abril de 2010 às 17:47  

o rui moreira terá tido uma visita a sua casa, durante um trio d'ataque, depois de ter escrito uma crónica sobre caldeiradas.

João 9 de abril de 2010 às 19:47  

Esqueci-me da personagem principal, Rui Santos!! Não foge muito da vossa opinião, toca em muitas feridas mas pavoneia-se imenso, às vezes cansa as perseguições que faz, parece as idosas a especular e a falar das tragédias. Compreendo quem lhe deu uns sopapos na Sic, se eu sendo sportinguista já estava enjoado de ouvir a história "Rui Costa: ainda jogador mas já futuro dirigente, a crise de balneário!", imagino benfiquistas. Mas depois quando algo corria bem mudava o discurso lool. Para mim ele é "o abutre do futebol português", no sentido em que à minima coisa nos 3 grandes que corre menos bem já ele vai lá rondar, bicar e muitas vezes especular a 200%.