Borrego Vivo

Olhanense 0-0 Sporting

Ainda não foi desta que o Olhanense ganhou ao Sporting e deixem-me que diga que não terá uma oportunidade destas tão cedo.

Tonel foi o capitão na ausência de João Moutinho e Anderson Polga. Abel continuou no lugar do castigado João Pereira. Matías Fernandez e Yannick jogaram nos lugares do lesionado João Moutinho e de Marat Izmailov. Na frente, Saleiro voltou à titularidade no lugar do (outra vez) lesionado Florent Sinama-Pongolle.

O Sporting foi a primeira equipa a criar perigo, aos 2', Miguel Veloso rematou colocado de pé direito, mas o remate saíu com pouca força. Aos 26', Djalmir fez o mais difícil. Após excelente cruzamento do capitão Rui Duarte, Daniel Carriço ficou aos papéis e a bola sobrou para o melhor marcador da Liga Vitalis que falhou o remate quando o golo era mais que certo.

Aos 29' , cheirou a golo. Miguel Veloso cobrou um livre lateral do lado esquerdo do ataque leonino para a zona de penalty onde Tonel e Grimi, ambos sem marcação,chegaram atrasados. Aos 36' história repetiu-se: um livre lateral igual, só que desta vez o capitão verde e branco chegou a tempo e cabececeou muito perto da baliza de Ventura.

Aos 36', mais uma vez de livre directo o Sporting esteve perto do golo. Matías disparou muito forte com a bola a bater no chão antes de chegar a Ventura que não conseguiu agarrar à primeira.

Do resto do jogo pouco há para dizer. Não houve situações de perigo em nenhuma das balizas. Mais uma vez li em algum lado que Bruno Pereirinha e Hélder Postiga entraram, mas sinceramente nem me lembro de os ter visto em campo.

O Sporting continua em 4ºlugar pois beneficiou do empate no derby madeirense e da derrota da U.Leiria com o agora líder Benfica. O Vit. Guimarães já é o novo 5º classificado.

Sporting x Everton

O Sporting perdeu no Goodison Park por 2-1. O golo, mais uma vez inventado por Liedson foi o melhor que trouxemos para Lisboa. Mesmo sem jogarmos rigorasamente nada, a verdade é que bater o Everton ou quem quer que seja em Lisboa, na nossa casa e perante os nossos adeptos por apenas 1-0 está muito ao nosso alcance. A verdade é que o Sporting costuma dar-se bem com equipas medianas do futebol inglês: Newcastle,Bolton e Middlesbrough são os casos mais recentes. Ah, é verdade, quem tem Liedson arrisca-se a passar...

As boas notícias são os regressos do nosso capitão João Moutinho e de Sinama-Pongolle aos treinos. Era bom também termos um Vukcevic em bom nível e Grimi e Pedro Silva longe da convocatória, se possível longe do estádio para não dar azar. O Everton vem de Liverpool motivado com a vitória no fim-de-semana sobre o Man Utd. Pode ser que a aventura na Liga Europa fique por aqui.

11 Passes de rotura:

Alfredo Barbosa 22 de fevereiro de 2010 às 22:13  

Então, Tomás, motivado com a possível contratação do Maykon? :)

Numero Dez 22 de fevereiro de 2010 às 22:37  

Tomás o importante não é vencer ao "evértón"( by J.J), e vingarem a goleada no dragão! Força aí lagartagem!

Tomás Pipa 22 de fevereiro de 2010 às 23:20  

Sinceramente nem acredito nessa contratação do Maykon. Ele é o q?médio ala? Mas já repararam que mal se fala no interesse do Sporting o Paços diz que são 3,5M€? Se fosse o Nacional ou o Braga a irem buscá-lo o Paços nem reparava.

Pedro Veloso 22 de fevereiro de 2010 às 23:45  

haha tomás adorei este último comentário, é bem verdade!

Deves estar desesperado mas continuas a manter a cabeça fria para analisar bem;)

Este Sporting está uma confusão, sem rei nem roque, e os jogadores estão de cabeça perdida, como aliás é normal. Exemplo claro é já nos descontos quando o Tonel lembra-se de ensaiar a sua "famosa" meia-distância quase à saída do meio-campo (!!!) e tem um remate ridículo. Viro-me para o meu irmão e digo "tou mm a imaginar alguém a mandar vir com o Tonel", e logo na imagem seguinte se vê o Tonel a mandar esse alguém (talvez Liedson) para onde nós sabemos e a chamar-lhe tudo e mais alguma coisa.

Que no domingo tenham brio!!

João S. Barreto 23 de fevereiro de 2010 às 00:57  

Hoje o Ricardo Gomes sofreu um AVC. Lembrei-me que era um otimo tema para um Recordando e é isso que sugiro aos membros responsaveis pelos artigos do Benfica que façam, se acharem boa ideia. Foi um dos melhores e mais conceituados centrais do futebol português.

Cristiano Moreira 23 de fevereiro de 2010 às 10:12  

Tomas, o jogo em Olhão foi à imagem do que têm sido todos os outros e com a chuva que se fazia sentir por lá acho que a coisa piorou.
Esta fase é complicada e o Sporting devia começar a preparar a próxima época, nesse aspecto o JEB devia seguir as pisadas do LFV em anos anteriores, que nesta altura já afastava a pressão da equipa e falava em possíveis reforços.
O Postiga é ridiculo! Quando foi o último golo dele? Só por curiosidade... O Pereirinha nunca me convenceu. É rápido e tal, mas nada de extraordinário, isto na minha maneira de ver, claro.
No Sporting-Everton, estou como tu dizes, quem tem Liedson arrisca-se a passar e eu vou torcer por isso! Já agora, se o SCP passar joga com quem?
Cumprimentos.

Tomás Pipa 23 de fevereiro de 2010 às 10:17  

At.Madrid ou Galatasaray acho eu.
O último golo do Postiga, se bem me lembro, foi num particular com o Feyonoord em casa lá para Julho. Em competições oficiais já nem me lembro bem, acho que foi com o Estrela de Amadora em casa na época passada.

Pedro Veloso 23 de fevereiro de 2010 às 11:42  

Uma comparação interessante entre dois grandes avançados! É curioso como se aproximam tanto nos números

De notar que ambos estão também no top ten dos melhores "assistentes": Cardozo em 5º, Falcao em 8º.

http://www.maisfutebol.iol.pt/fcporto/cardozo-falcao-goleadores-estatisticas-melhor-marcador/1141495-1304.html

Jorge Maia 23 de fevereiro de 2010 às 11:56  

É verdade que só se conseguia ver em alta-definição, num daqueles "elecêdês" gigantescos que custam tanto como uma casa, mas houve alguns privilegiados que conseguiram testemunhar a aparição: por cima da cabeça de Ricardo Costa, presidente da Comissão Disciplinar da Liga, a poucos centímetros do cabelo impecavelmente penteado, pairava uma auréola luminosa durante a conferência de Imprensa em que anunciou os castigos aplicados a Hulk e Sapunaru. Menos perceptíveis eram as asas, mas há quem garanta que estavam lá, esmagadas pelo fato e os mais atentos asseguram que até estremeceram quando, pio, disse que a moldura penal não era razoável, por ser muito pesada e excessiva. Coitadinho: ele não queria suspender os jogadores por tanto tempo, mas teve de ser. Claro que teve de ser porque ele quis considerar os "stewards" intervenientes no jogo, apesar de inúmeros especialistas considerarem o contrário. Ora, sendo a lei ambígua, bastava que tivesse optado por um enquadramento diferente para não ter de ficar tão contrariado por aplicar penas tão claramente injustas, excessivas e desproporcionais. Claro que depois não podia fazer beicinho em directo. E não sei se era capaz de passar sem isso...

salvador 24 de fevereiro de 2010 às 13:07  

o postiga ja vai pra 34 ou 35 jogos sem marcar. um campeonato inteiro.

salvador 24 de fevereiro de 2010 às 13:07  

digo jogos oficiais. fora os outros