Esmagador!

Uma vitória por 8-1 é algo que até no hóquei é nos dias de hoje, um resultado pouco comum!
Foi por estes números que o Benfica esmagou o V. Setúbal! A qualidade do Vitória não é muita é certo, mas a maneira como a equipa de Jesus empurrou e cilindrou os Sadinos depois de terem alcançado um resultado no marcador já folgado, foi algo que deslumbrou! A capacidade e o querer mais e melhor a cada momento do jogo foi grandiosa, e é assim que se fazem os campeões!
Eu acredito neste Benfica, já acreditava antes deste resultado, mas mais importante que eu e muitos Benfiquistas depositarmos fé nesta equipa, é sentir que a própria equipa acredita em si mesma, e que o céu é o limite! Aqui residirá na minha opinião o segredo de uma época em que eu acredito que faremos coisas bonitas, isto apesar de a nível interno continuarmos a ter um poderoso F.C. Porto, que não irá facilitar, e a nível europeu sabermos que a sorte têm muito a ver até onde poderemos chegar!

P.S- Duarte... O Coentrão já não anda a esbarrar contigo nas discos...;)

10 Passes de rotura:

Pedro Veloso 1 de setembro de 2009 às 21:22  

Foi lindo. Como disse o JJ, os adeptos saíram a recordar tempos antigos - no meu caso que ainda só vivi 23 anos, e dada a história recente, eu não recordo nada disto, por isso ainda achei mais especial que pessoas mais velhas que viveram outras glórias:)

Tenho os pés bem assentes no chão, não vai ser sempre assim, mas de qualquer forma só os três jogos em casa oficiais que já fizemos provam claramente quão melhores estamos em relação ao passado recente.

Grande jogo de toda a equipa, com destaque para Aimar e Saviola, Cardozo, Ramires e Javi. Que grandes contratações fizemos!

Subscrevo cada frase do teu texto, de facto foi impressionante a vontade de massacrar, calar críticas (se fosse ao JJ colava um cartaz no balneário daqueles que dizem que foi só na pré-época, somos um flop, ou do jornalista que perguntou se uma equipa tão ofensiva não devia ter mais golos marcados antes deste jogo, etc.) e dar a vitória aos adeptos. Ok, e admito que um extra era o Jesus a exigir uma goleada ao ex-amigo Azenha...Também é importante reconstruir o medo cénico de jogar na Luz, acabar com as épocas medíocres com empates ridículos, e isso o JJ sabe como se consegue.

Como sabe que só ganhámos três pontos e que falta muito, com os rivais a crescer e um grande Braga.

Por falar em Braga, embora como é óbvio não goste do Domingos basta ver o que era a Académica com ele e sem ele, com o mesmo plantel. Fez lá um grande trabalho e no Braga está a começar muito bem.

tomaspipa 2 de setembro de 2009 às 00:12  

Belo resultado, fiquei boquiaberto!Grande exibição, apesar de ser contra amadores, mas também se joga contra amadores na Taça de Portugal, em algumas eliminatórias da Europa,etc e não se dá 8-1! É muito raro ver na Europa, tareias com 8 golos.
Eu só me lembro de um 8-0 do Benfica contra o Famalicão do Luís Vasco, um 9-0 do FC Porto contra o Juv.Évora, 7 golos de Mário Jardel se me recordo, um de letra e uns quantos 7's do FCP no tempo do Jardel e nada mais. Parabéns

Fiquei satisfeito também por ter visto o Azenha a levar uma tareia. No início da época deu uma entrevista,a falar como se fosse o novo Mourinho: "O Van Gaal disse-me que estava na hora.." entre outras babuseiras, falou falou falou..e pimba 8-1! Por andar da carruagem, vai fazer o mesmo que outro treinador do mesmo género( Luís Campos) fez, dedicar-se a outro desporto (Basquet no caso do Luís Campas)

Também é bom lembrar estes senhores, que a vitória de 8-1, deu apenas 3 pontos.

João 2 de setembro de 2009 às 02:00  

Concordo número 10 ,pedro e tomás (como é possível discordar?:P)Uma exibição de classe. Isto sim é espectáculo! O Azenha nem saía do banco que não valia a pena. Mas quem teve 50 jogadores no defeso há experiência habilitava-se!E com um JJ motivado por questões pessoais aquilo deve ter dado tanto gozo ao homem! Fica mais um bom prognóstico para esta época poderá trazer ao Benfica e apesar de apenas serem 3 pontos e mesmo que o Setúbal esteja inegavelmente uma sombra do que foi como muitos apregoam, também o está p ex. a Académica e o SCP lá construiu um resultado com dificuldade e uma mãozinha da arbitragem.

Ps- lembrome d um slb - paços n principio da década. 7-0. E Tomás ao falar do jogo com o J.Evora lembro-me logo do relato do "Mestre" Gabriel Alves na cassete d´O Jogo época 97-98 ao comentar aquele golo fantástico de letra: "Jardel, ao ritmo tropical, em passo de samba!". E tás certo foram 7 na 2ª parte.entrou ao intervalo quando estava 2-1.

tomaspipa 2 de setembro de 2009 às 13:25  

Foi quanto esse jogo contra o Juv. Évora 9-1? Porra, já viram bem? esse animal meteu 7 golos num jogo, nunca vi ninguém assim.

Tens razão João, 7-0 do Benfica ao Paços, esse jogo teve a particularidade de ter sido o 1º jogo do Miguel a defesa direito (uma descoberta de Chalana). E lembro-me de para aí 2 golos de Mantorras, um quase da linha de fundo.

João, não sei se leste bem o que eu disse, mas eu concordei com o número 10! Foi incrível!

João, também não admito que falem de ajudas de arbitragem em Coimbra! Penalty por marcar contra a Académica sem dúvida, era um golo para a Académica, ficava 1-2, nada se alterava segundo a nossa convenção (se não for bem assim podemos falar do Sporting-Braga). Expulsão perdoada a P.Silva? Meus senhores, ele deveria ter levado o amarelo naquele lance...mas viram o 1º amarelo??

Duarte 3 de setembro de 2009 às 02:22  

Podem todos ficar descansados que nunca mais vi o o F.Coentrão na noite, pelo menos na noite portuense.

De resto, é óbvio que a vitória foi expressiva e os números esmagadores. É claro também que o Benfica jogou bem e dominou como quis. Também não é menos verdade que este Vit. Setúbal é o principal candidato à descida e só não afirmo peremptoriamente que para o ano está na Vitalis porque no nosso campeonato só descem dois clubes e porque há vida para além de Carlos Azenha e os sadinos podem sempre encontrar outro treinador que faça um milagre.

Em traços muito gerais, acho que é o que pode ser dito em relação a este jogo.

Nota final para aquele que eu considero ter sido um dos dias mais estúpidos do jornalismo português. Estou obviamente a falar da manchete do jornal A Bola. Jorge Jesus, agora o extreminador implacável:). Se não fosse a sério era para chorar a rir âs gargalhadas. Não é por ser o Jesus, nem é por este ser do Benfica, só que acho que numa visão mais desapaixonada, qualquer um achará aquela capa, no mínimo, ridícula. Não me venham com tangas de vendas e de lucros, aquilo é bater no fundo.

Bem, mas se então o Jesus é o extreminador implacável, eu também me sinto no direito de atribuir uma personagem ao Jesualdo, afinal este é que é o treinador campeão, ou melhor tricampeão e a treinar o tetracampeão. Ora como a alcunha de Rocky está atribuída ao Scolari, e com toda a justiça diga-se, o Jesualdo pode ser o Gladiador. Nada mau, pessoalmente até gosto bem mais do Russell Crowe do que do Schwarzenegger.

PS: Pedro, espero ainda pelo relatório dos casos de arbitragem desta jornada. Praticamente não houve lances polémicos, eu sei, mas é só por uma questão de contabilidade:).

Duarte 3 de setembro de 2009 às 02:31  

Já agora, é também curioso que, no mesmo dia, no Record venha escrito que Jesus não quer ver o Benfica sofrer mais de 20 golos esta temporada e a Bola aponte para os 7 golos. É certo que A Bola, como jornal oficial do clube da Luz, esteja mais bem informada sobre o assunto, mas os números do Record são bem mais realistas, convinhamos.

Pedro Veloso 3 de setembro de 2009 às 04:37  

Duarte ja vou fazer a contabilidade:)

A manchete da Bola está tão hilariante como ridícula. Embora visualmente boa, ainda por cima o JJ até há uns anos andava sempre com um casaco de couro preto, por isso assenta-lhe bem. Mas comercialmente varreram, parece que tiveram vendas muito acima da média.

Isso da meta de golos é pura invenção, 7 golos é impossivel. Há uma meta interna pelo que o Jesus disse mas não deve ser menos que 15. Na última época foram uns vergonhosos 32

P.S. Não sei como é que chamas jornal oficial do Benfica a um jornal que dá guarida ao Miguel Sousa Tavares e seu ódio ao SLB

Numero Dez 3 de setembro de 2009 às 04:47  

Concordo contigo Duarte! A capa do jornal A bola, ultrapassa o ridiculo.E triste como pode haver este tipo de jornalismo. Já na qjuestão de atribuires o jesualdo a uma figura de cinema... O gladiador é um pouco demais para ele não?
Quanto a "classificação real" fico também a espera que o Pedro a coloque!

João 4 de setembro de 2009 às 20:57  

percebi o que concordaste com o nº 10 Tomás:) mas não concordo em relação ao jogo do SCP com a briosa: a não expulsão do P.Silva e o 1º amarelo do Miguel Pedro e o penalty perdoado ao SCP. Não quero com isto dizer que foi um escândalo com decisões intencionais da equipa de arbitragem (para isso basta recuar uma semana ao penalty perdoado ao Braga na jornada anterior). Pretendi apenas salientar que o SCP estando a praticar um paupérrimo futebol foi na beneficiado em Coimbra, facto que ganhou nova relevância dada as dificuldades que sentiu no jogo. Mas pior tem havido, sem dúvida!

A capa da Bola é "deliciosa" e ressalva o lado "badass" de JJ!Só lhe faltava um óculos escuros!também já sabemos que os jornais querem é lucro mas preferi ver o sucedido com o JJ (merece o protagonismo e nem sempre faz manchetes do género) do que ver uma entrevista ao Ramires em que diz que adora mandioca e tem saudades da mãe!

Quanto à personagem que atribuiría ao Jesualdo, não o vejo muito como o gladiador. vejo-o mais como uma personagem que seja um corsário (lembro-m de Jack Sparrow mas o J.Depp é um bocado diferente do Jesualdo)!Porque pode ter aquela cara de velho lobo do mar, tendo uma educação de requinte ou não (tirem-lhe uns dentes e ponham-lhe uns brincos e um lenço); poderia andar há largos anos no mar e só já mais velho, com experiência, teve grande sucesso nas abordagens, conquistas e lutas que travou, facto que lhe valeram reconhecimento internacional, espcecialmente nas águas territoriais Portuguesas. Se combatia por interesses somente particulares ou a soldo de qualquer nação, ficaria ao vosso critério!
e para terminar a Graça e já que falámos no 7-0 ao Paços na luz, kual foi a grande goleada que lá viste?5-0 ao farense? Um jogo em que apareceste na repetição de um golo em que eras uma bola castanha pk tinhas aqueles kispos com "rodelas alcochoadas" e a imagem tava em slow-motion?E em que o Miguel ainda não era defesa e falhou uns 4 golos nesse jogo, marcando a oportunidade mais difícil de todas no fim do encontro, conseguindo o paz temporária com o 3º anel.

João 5 de setembro de 2009 às 12:56  

Ps: a última pergunta foi para o Pedro